Você já está pensando na sua aposentadoria? Já sabe como investir para manter sua qualidade de vida na velhice? E nesse plano, você vive apenas com o dinheiro do INSS ou conseguiu uma fonte de renda a mais?

Foi pensando no seu futuro que resolvemos escrever esse artigo, para te apresentar a possibilidade de se ter uma previdência privada na hora de garantir uma boa qualidade de vida na aposentadoria.

Porém, como tudo na vida, um plano deve ser bem planejado e pesquisado, para evitar algumas armadilhas como as taxas abusivas de alguns bancos, por exemplo.

Refletindo sobre isso, vamos esclarecer as vantagens e desvantagens de realizar um plano de Previdência Privada e quais são os cuidados que você precisa ter antes de usar esse serviço.

Mas antes de saber se o investimento vale a pena, você precisa entender o funcionamento da Previdência Privada primeiro.

Como Funciona o Investimento em Previdência Privada?

A Previdência Privada é ideal para quem deseja a independência financeira. Ela na verdade, é um tipo de aplicação que pode inclusive servir para muitas outras metas além da aposentadoria, como realizar uma viagem, comprar um carro, pagar estudos, dentre outros.

Especialistas dizem que se você tem uma meta de longo prazo (normalmente mais de 6 anos), deve levar em conta investir neste fundo, desde que tenha os rendimentos mais vantajosos, claro.

Essa aplicação funciona de forma simples de entender: existe um gestor do seu fundo de investimento que aplica todo dinheiro que você paga mensalmente em um fundo e devolve tudo isso corrigido de uma vez ou em pagamentos de salários em um tempo estipulado por você no início do contrato.

Nesse processo, existe o período de acumular e de resgatar.

O período de acumular é assim: você faz um investimento inicial, configura aplicações mensais, beneficiário e período, e passa anos investindo.

Já a fase de resgatar, vem após o prazo definido para receber o que investiu. E ainda obtém os juros e capital acumulado durante esses anos.

O grande diferencial da Previdência Privada para outros fundos de investimento é que nessa você pode contar com vantagens tributárias em longo prazo, como a transferência de seu patrimônio para algum familiar pré estabelecido em caso de morte sem cobrança de impostos.

Previdência Privada Vale A Pena? 5 Vantagens e Desvantagens

Muitos economistas afirmam que investir em Previdência Privada não é uma boa ideia, pois alguns bancos cobram taxas abusivas, mas por outro lado, como vimos anteriormente, pode ser uma boa alternativa caso o contribuinte venha a falecer antes de terminar seus depósitos.

Acreditando que existem pontos positivos e negativos, separamos para você 5 vantagens e 5 desvantagens de aderir a essa aplicação.

VANTAGENS

1 – Plano Personalizado

Você configura seu plano de aplicação de acordo com suas necessidades, ou seja, pode se adequar a médio ou longo prazo, contar com deduções no IR, ou não.

2 – Portabilidade

Existe a possibilidade de pedir uma portabilidade da Previdência caso você não esteja satisfeito com a instituição que escolheu.

3 – Rendimentos

A Previdência Privada não é muito diferente de um fundo de investimento, ela expõe seu capital a ativos financeiros e é capaz de gerar um dinheiro a mais com rendimentos.

4 – Disciplina

Se você tem dificuldade de poupar dinheiro, a Previdência Privada pode ser uma boa alternativa pois você se compromete a investir um fundo mensalmente, e com o tempo, guardar dinheiro pode tornar-se um hábito.

5 – Gestão

Existe um gestor responsável pela alocação do seu capital e por acompanhar o desempenho que suas aplicações estão tendo no fundo de investimento.

DESVANTAGENS

1 – Taxas

Independente do plano escolhido, o emissor do fundo sempre cobra uma taxa de administração.

2 – Composição

Você se lembra que é o gestor que faz suas aplicações no fundo? Então, se você não souber ao certo quais são os ativos que ele aplicou seu dinheiro, futuramente pode ter as expectativas frustradas pois a rentabilidade varia de acordo com a composição do fundo.

3 – Riscos

Complementando o item acima, os riscos variam de acordo com a composição do fundo e da instituição emissora. Outro risco que o investidor da Previdência Privada corre é a falta de cobertura do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), ou seja, se o emissor for a falência, você vai perder todo dinheiro investido.

4 – Tributação

As porcentagens de tributação variam de acordo com o tempo que seu dinheiro fica investido, quanto maior o tempo, menor a tributação e a variação das mesmas é de 0% a 35%.

5 – Período De Carência

Na hora de fechar o contrato, você configura o período para a retirada do dinheiro. Caso você queira resgatar antes do período de carência mínimo, o emissor tem o direito de cobrar uma multa de você.

Como Escolher Minha Previdência Privada

Após sabermos as vantagens e a desvantagens, chegou a hora de conhecer o que devo observar antes de escolher a Previdência Privada mais vantajosa.

Na hora de escolher seu emissor, é aconselhável que você fuja dos grandes bancos de varejo, pois eles costumam cobrar mais caro e um número maior de taxas como: taxa de custódia, carregamento de entrada, carregamento de saída e taxa de administração para o banco.

Além das taxas, a porcentagem do seu salário que você vai investir também depende do seu perfil de investidor, pois como já explicamos, existem alguns riscos de rentabilidade em um fundo de investimento. Uma dica: Se você tem o perfil mais conservador, evite comprometer 20% da sua renda bruta em aplicações agressivas de longo prazo.

Estude os fundos de investimento, a equipe de gestores da instituição que deseja contratar, e analise os riscos e reputação do local antes de fechar o contrato.

Hoje em dia existem emissoras que cobram apenas taxas para gestão do fundo, e são mais acessíveis. Por isso, antes de escolher, também é recomendado procurar conhecer as cobranças das taxas do ativo pois isso faz toda diferença a longo prazo.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*