Para ter um futuro tranquilo, será que você deve começar a poupar para ter uma previdência privada? Experts em educação financeira mostram que se você separar 10% da sua renda todo mês, já é um avanço. O ideal seria conseguir poupar 20% a 30%!

Quanto mais você gasta, mais precisa acumular

Os bancos quando você quer fazer alguma simulação para comprar algum imóvel com financiamento, eles não aceitam afetar mais de 30% da sua renda para os pagamentos. Até os bancos sabem que conseguimos separar essa porcentagem sem prejudicar nossa qualidade de vida, e a gente não! Pensa um pouquinho… Se é possível comprometer 30% para pagar um financiamento, ou um empréstimo, quem não paga um financiamento mensal consegue poupar esse valor! Isso tinha que ser a realidade de nós brasileiros, mas infelizmente não é.

O que fazemos com essa porcentagem na nossa vida? As últimas pesquisas dizem que mais de 40% da renda dos brasileiros estão comprometidas com dívidas! Ou seja, se não existisse dívida, conseguiríamos poupar mai do que 30% para o nosso futuro.  Simples lógica, quanto mais você gasta, maior terá que ser a sua renda, ou seja, maior será o valor da porcentagem que você deverá poupar!

Se você vive com 100% da sua renda e não sobra nada para poupar e pensar no seu futuro, hora de pensar em estratégias como renda extra. Você precisa aprender a acumular dinheiro. Mas como fazer isso? Comece pequeno, mudando apenas alguns hábitos do seu dia-a-dia, assim você conseguirá ter um crescimento financeiro e pessoal.

Anotar todos os seus gastos

Cada bala que você comprar, cada passagem de ônibus que você pegar, anote tudo! Existem hoje alguns aplicativos que te ajudam a se organizar financeiramente. Até dividir seus gastos em categorias para você perceber com o que você tem gastado mais e assim, começar economizar.

Pague todas as suas dívidas

Graças às dívidas, a maioria dos brasileiros estão comprometendo 40% da sua renda!  Foque em pagar todas as suas dívidas o mais rápido possível.  Se organize para priorizar em pagar as dívidas mais baratas primeiro. Isso te dá a sensação de dever cumprido e te anima a continuar no foco de pagar todas as dívidas. Uma maneira de acelerar isso é solicitar um empréstimo consignado, que te cobra juros mais baixos, assim finalizando a quitação das suas dívidas.

Estabeleça um valor para poupar

Depois de organizar seu orçamento doméstico, estabeleça um valor mensal para investir no seu futuro. Se a sua meta é fazer uma viagem, ou pensar na sua previdência privada, você precisa estipular o valor necessário e quanto separar para chegar nesta meta. Comece separando valores mais baixos e crie “metinhas” para aumentar esse valor. 

Lembre-se que sempre que cumprir um objetivo, faz com que você se sinta disposto e animado para continuar. No início pode parecer difícil, mas quando se tornar um hábito na sua vida, se torna não apenas comum, mas prazeroso! Vai poupar um valor mensal? Então, onde você vai guardar?

Decida onde guardar o seu dinheiro

Esse é um assunto que pode ser um pouco polêmico, pois as pessoas comuns já tem uma resposta para isso: poupança. O momento agora é sair da caixa, sair da sua zona de conforto! Existem outros meios para investir o seu dinheiro e fazer ele trabalhar para você. Tesouro direto, é uma dessas maneiras diferentes, que rende mais do que a poupança, te fazendo lucrar mais do que apenas deixar ela no seu banco.

É necessário investir um tempo para estudar, pesquisar e buscar novas maneiras seguras para você render melhor esse dinheiro que vai te esperar até o futuro. Não vai ser perda de tempo! Isso é você investir em conhecimento pensando no amanhã.

Hora de “botar a mão na massa” e mude o seu futuro aplicando isso no seu dia-a-dia.

 

 

 

Recomendados para Você
Deixe seu Comentário