Já pensou se aposentar nessa insegurança econômica atual no Brasil, em que você não sabe nem mesmo se você irá receber sua aposentadoria da Previdência Social?  Pensando nesse cenário caótico da Previdência Social, podemos entender porque a previdência privada tem tido tanta procura.

Afinal, quem não quer ter uma maior segurança e até mesmo conseguir aposentar mais cedo e manter uma qualidade de vida após a aposentadoria?

O que é

Ao contrário do que o nome diz, a previdência privada não é uma tipo de investimento exclusivo do trabalhador e muito menos você só terá acesso após a aposentadoria. Na verdade, é um modalidade de investimento a longo prazo, por isso o nome de previdência privada. Essa modalidade geralmente é escolhida por pessoas que querem objetivos como aposentadoria ou uma liberdade financeira. Então é tipo de aplicação para quem se prepara para o futuro.

Como funciona

Para sabermos se a previdência privada é o ideal para você e se ela realmente vale a pena, primeiro temos que entender como ela funciona. É um investimento dividido em duas partes:

Acúmulo: Os longos anos em que todo o trabalho se resume em acumular o máximo valor investido possível.  Configura um período (geralmente mensal) para aplicações extras e um tempo (normalmente superior a 10 anos) para que essas aplicações ocorram.

Renda: Pronto, a fase boa. Logo após a fase do acúmulo, começa a fase da renda na qual você escolhe como receber todo o capital acumulado. Claro, como em qualquer outra aplicação os juros estão correndo todo mês, o que fará o capital final ser maior do que o investido.

A previdência privada serve para qualquer pessoa que deseja um futuro mais confortável e seguro. Sabendo que o Previdência Social possui um teto do INSS, o previdência privada aparece como uma ótima oportunidade para você manter seu estilo de vida após a aposentadoria pelo INSS. Podemos também citar que muitas pessoas simplesmente não contribuem com INSS ou não possuem poupanças, o que torna a previdência privada ainda mais atrativa.

Vantagens

  • Maior segurança e renda para o futuro
  • Complementar a previdência social
  • Manter o estilo de vida após aposentadoria
  • Liberdade financeira
  • Aposentadoria para não contribuintes do INSS

Desvantagens

  • Taxas de administração: Taxa cobrada pela gestão do ativo. A taxa mais cara e a que deve ser melhor analisada no investimento
  • Taxa de saída: Taxa caso o contratante saia antes do período combinado.
  • Taxa de carregamento: A cada aplicação extra no montante, é cobrada uma taxa de carregamento. Também uma outra taxa que deve ser MUITO bem analisada pois pode atrasar seus planos.

Conclusão

Basicamente a previdência privada é um investimento perfeito para quem quer planejar o futuro a longo prazo e que serve para praticamente qualquer pessoa. Apesar de todas as suas vantagens, devemos ficar muito atentos as taxas e fazer os cálculos muito bem antes de contratar o serviço. Afinal, suas próximas décadas serão afetadas DIRETAMENTE por essa decisão. Então não saia por aí contratando qualquer previdência privada. Pense, analise e analise novamente.

E aí, te ajudamos a entender melhor a previdência privada? 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*