A fintech Nubank, com 25 milhões de clientes, é famosa pelos seus cartões roxinhos e foi eleita a “melhor instituição financeira do Brasil” pelo segundo ano consecutivo em um ranking publicado pela revista Forbes.

Com uma prática 100% digital, o Nubank superou grandes novos concorrentes e ainda as instituições tradicionais que atuam há mais de 100 ano no país, garantindo também uma posição pela revista, como uma das melhores financeiras mundiais.

Nos últimos meses, a fintech atingiu a marca de mais de 6 milhões de clientes e ainda diversificou seus serviços, trazendo a tecnologia contactless, reformulando seu programa de recompensas: Nubank Rewards e oferecendo as funcionalidades de débito, saque e empréstimo pessoal na NuConta.

Balanço de Quarentena

Ao contrário dos anos anteriores, a avaliação para o ranking de 2020 foi feita preocupada com as novas relações entre bancos e clientes após a quarentena causada pela Covid-19.

“Quando a pandemia de coronavírus fechou as principais ruas do mundo, os bancos viram em primeira mão a necessidade de recursos bancários on-line sólidos, tecnologias de pagamentos digitais e aplicativos de smartphone que os clientes pudessem usar em quarentena.” Explica a revista Forbes. “Diante disso, ao invés de avaliar os balanços e demonstrações contábeis para classificar os melhores bancos mundiais, o Statista buscou a opinião de mais de 40.000 clientes em todo o mundo sobre seus antigos e atuais relacionamentos bancários.”

Sendo assim, os bancos foram classificados de acordo com a satisfação geral e baseados na qualidade dos seus principais atributos, como confiança, taxas, serviços digitais, atendimento ao cliente, consultoria financeira e satisfação geral.

Confira o ranking com os 10 melhores bancos do Brasil em 2020, publicado pela revista.

Superando o Oligopólio dos Bancos Tradicionais

Segundo a Forbes, o Nubank foi considerado “o banco com melhor classificação no Brasil, superando um oligopólio de bancos tradicionais e revolucionando o mercado bancário global”.

Essa afirmação ficou clara no quadro acima, demonstrando que, com apenas 2,400 funcionários, a fintech conseguiu superar em qualidade de atendimento um grande banco, como a Caixa Econômica Federal, por exemplo,que comporta mais de 86 mil colaboradores.

“A penetração da internet e dos smartphones criaram uma janela de oportunidade para nós”, disse em entrevista à revista Forbes, o fundador e CEO do Nubank, David Velez. “De repente, você não precisava de bilhões de dólares para criar agências bancárias e nem de centenas de milhões de dólares para comprar mainframes da IBM. Você poderia usar a internet para adquirir clientes”, completa.

O blog do Nubank revela que, de fato, desde o início da pandemia da Covid-19, muitas pessoas ficaram impossibilitadas de sair de casa e isso fez com que aumentasse o uso de uma série de ferramentas do seu aplicativo, como a recarga de celular (86% de crescimento) e o uso do cartão virtual (31%).

Além disso, pôde ser observado o aumento de novos clientes acima de 60 anos nos últimos meses.

De acordo com a fintech, “encabeçar essa lista é um reconhecimento de que a gente está no caminho certo – oferecendo produtos digitais, sem tarifas abusivas e com um atendimento incrível.”

A NuConta

Lançada em outubro de 2017, a NuConta já foi agraciada com diversos prêmios que confirmam o sucesso do empreendimento. Em 2019, o Nubank foi eleito como o Melhor Banco Brasileiro de acordo com a Revista Forbes. Além disso, carrega consigo o posto de Empresa Mais Inovadora da América Latina, pela revista Fast Company.

A NuConta não requer análise de crédito e caso você não necessite, não é preciso ter o cartão para abrir a sua. Prometendo ser para todos os brasileiros, a NuConta é 100% online e digital. Além disso, não cobra nenhuma taxa pelos serviços bancários, ou seja, transferências, saques, depósito via boletos, pagamentos: é tudo gratuito!

Se interessou? Clique no botão abaixo para saber mais sobre a Nuconta.