Com a expectativa de acelerar o crescimento da economia e aquecer o mercado, o governo federal liberou o saque de até R$ 500 de contas ativas e inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Para todos os clientes da CAIXA, esse valor já foi depositado na conta bancária automaticamente em setembro. Mas, para os demais, a Caixa dispôs de um calendário que é baseado na data de nascimento do trabalhador.

Segundo o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, cerca de 36,9 milhões de trabalhadores com conta no banco já receberam os recursos. A expectativa do governo é injetar, ao todo, R$ 1,8 bilhão na economia do país. Saiba como sacar:

Até R$ 100 

Os saques nessa quantia podem ser realizados nas casas lotéricas. Para isso, o trabalhador deve levar o CPF e o documento de identidade original com foto.

Até R$ 500 Com Cartão Cidadão

Para todos aqueles que possuírem o cartão cidadão, o saque é mais fácil pois pode ser habilitado e qualquer unidade lotérica ou correspondentes da CAIXA AQUI. É necessário ter em mãos um documento de identidade original com foto e o cartão cidadão com senha.

Até R$ 500 Por Conta, Sem o Cartão Cidadão

Caso o trabalhador não tenha uma conta na Caixa ou o cartão cidadão, basta comparecer a uma agência da Caixa e apresentar um documento de identidade válido, além do número do NIS ou CPF. Os saques feitos nas agências podem ser transferidos para contas em outro banco, mas a Caixa cobra R$ 22 por essa operação.

Como Saber Quanto Tenho de FGTS?

Tendo o CPF em mãos, é possível conferir seu saldo nos seguintes canais:

Site da Caixa

Primeiramente, deve ser feito um cadastro no site e criar uma senha. Após esse processo, basta acessar o MENU ‘FGTS’ e depois em ‘saque imediato FGTS’.

Aplicativo do FGTS

É possível checar as informações no aplicativo do FGTS, disponível na App Store, Google Play ou Windows Store. O cadastro da senha deve ser feito direto pelo aplicativo e o acesso ao saldo também.

SMS e e-mail

Outra possibilidade é receber as informações por email. Nesse caso, a mensagem eletrônica com o extrato passa a ser enviada mensalmente e substitui o extrato em papel, enviado a cada dois meses pelo correio. O cadastro desses serviços pode ser feito pelo site ou aplicativo, depois de criada a senha pessoal.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*