Várias pessoas, quando começam a investir o seu dinheiro, decidem não arriscar muito e vão para investimento a curto prazo. Além de ter resultados mais rápidos, você reduz as chances de perder o seu dinheiro…
Então, uma dúvida muito comum é: “Qual o melhor investimento para o curto prazo?”
Se você tem essa dúvida, recomendo que leia este artigo até o final.

O Que Considerar Antes de Investir

Quando falamos sobre “prazo”, sabemos que é algo que pode variar muito, principalmente sobre o valor do que você está comprando… Para um investimento, o curto prazo é de até 2 anos, por exemplo!
Caso você tenha um perfil de investidor mais conservador, o melhor investimento a curto prazo seria de até 2 anos.
Assim, você tem a possibilidade de resgatar o valor quando quiser com a melhor rentabilidade possível nesse tipo de cenário.
Como esse perfil é mais conservador, você não pode enfrentar riscos, então o prazo deverá ser curto.
Além disso, é necessário uma alta liquidez, já que você pode precisar do valor investido assim que a necessidade aparecer.

Onde Investir?

O Tesouro Selic é uma boa para quem quer aliar baixo risco, alta liquidez e uma boa rentabilidade.
O Tesouro Selic é um título público ofertado pelo Tesouro Direto. Assim você consegue investir a partir de 30 reais, além de poder resgatar o título quando quiser sem risco de perder qualquer valor do seu investimento.
Normalmente, os investidores decidem investir com prazos curto em Certificado de Depósito Bancário (CDB) ou fundos de investimento da instituição financeira que tem conta.

Quando você faz isso, acaba perdendo muito dinheiro com taxas de administração (quando é fundo de investimento) ou com a baixa rentabilidade oferecida (pelo CDB).
Independente de onde decidir investir, se o prazo é curto, a rentabilidade também é mais baixa.
Mesmo que você opte por LCI, LCA ou até CDB de um banco menor, você estará preso ao prazo de vencimento.
Pelo resgate está limitado em 2 ou 3 anos nos títulos privados, eles comprometem o alcance do seu objetivo a curto prazo.

O Que Fazer Nessas Situações?

Por essa e outras razões, quando decidir investir, você deve analisar a rentabilidade da aplicação financeira e também se precaver com relação aos riscos e à chance de resgatar o valor antes do vencimento.
Tudo isso precisa ser levado em consideração quando você pensar sobre investimento a curto prazo.

Dependendo da sua situação financeira, o valor pode ser necessário para algum imprevisto ou até mesmo para um oportunidade incrível de financiamento, por exemplo.
Port todos os prós e contras descritos, nós recomendamos que invista sim no Tesouro Selic.
Com certeza é o título público mais conservador que existe no mercado, e possui uma ótima rentabilidade.
Além disso, possui baixo risco e resgate quando precisar – o dinheiro cai na sua conta em, no máximo, dois dias úteis.

Como investir no Tesouro Selic

Antes de começar a investir, tenha consciência que a sua vida financeira deverá ser super organizada e controlada.
Não vale a pena você separar um valor da sua renda para investimento, e deixar de pagar algumas contas e seu nome ir para o SPC/SERASA.
Saiba que existem processos que você precisa incluir na sua vida, antes de começar a investir, pelo menos, 15% da sua renda.  Caso decida realmente investir no Tesouro Selic, você vai precisar aprender como investir em títulos públicos através do Tesouro Direto.

E aí, gostou do Tesouro Selic e já quer começar a investir? Corra e garanta um futuro mais confortável e seguro.

Deixe seu Comentário