O cartão de crédito é uma ferramenta que permite o pagamento de produtos e serviços de maneira rápida e ainda com a opção de escolher entre pagar à vista ou parcelado. Mas, o que pouca gente sabe, é que também é possível pagar boletos com o cartão.

Antes de tudo, deve-se ter a certeza que possui limite disponível e de que vai conseguir quitar a fatura integral no próximo mês. Após conferir, é só colocar em prática as dicas que vamos te dar e pagar seus boletos no cartão de crédito.

Como Pagar Boleto no Cartão de Crédito?

Primeiramente, é preciso verificar se o seu cartão aceita pagar determinados boletos. Por exemplo, nem todos os cartões estão liberados para realizar o pagamento de outras faturas de cartão ou contas mensais, como água ou luz.

Por isso, essas informações devem ser verificadas diretamente com o emissor antes de realizar as tentativas. Existem quatro formas de pagar um boleto utilizando o cartão: pelo internet banking, através de aplicativos do banco, pela central de atendimento (telefone) ou PicPay.

Internet Banking

Para utilizar essa ferramenta, siga os passos abaixo:

  1. Acesse sua conta pelo internet banking;
  2. Procure pela opção “pagamento”;
  3. Digite o código de barras do boleto;
  4. Escolha a opção de pagamento “cartão de crédito”;
  5. Autorize o pagamento com sua senha.

Aplicativos

Existem os aplicativos dos próprios bancos que permitem a liberação do cartão para tais fins ou essa opção de pagamento diretamente pelo app.

Telefone (Central de Atendimento)

Caso o seu banco permita, ligue para a central de atendimento para autorizar essa operação pelo próprio telefone. Não se esqueça de verificar o valor que o banco cobra por este serviço antes de concluir.

PicPay

Outro aplicativo bastante usado que ainda oferece vantagens para o cliente, como cashbacks, é o PicPayEle não depende de bancos e sua principal prioridade é redefinir o modo como realizamos pagamentos, movimentação e armazenamento de dinheiro.

Disponível para download no Google Play ou na App Store, ou seja, para Android ou IOS, o PicPay funciona como uma carteira virtual, onde você pode realizar pagamentos e receber dinheiro instantaneamente, desde que a outra pessoa (ou empresa) tenha o app. 

Mas não é só isso, seu diferencial está nas promoções que o aplicativo envia para seus clientes devolvendo R$ 10, R$ 20 ou até mesmo R$ 50 de volta, dependendo da operação e da quantia que ele movimentar na sua carteira.

Como Pagar Boleto Utilizando o PicPay?

Se você deseja aprender a utilizar esse aplicativo, acompanhe abaixo o passo-a-passo. Após o download do app, cadastre seu cartão de crédito em “carteira” e siga os passos abaixo:

  1. Vá em “store” e escolha “pagar conta” (o aplicativo permite o pagamento de contas como luz, água, boletos bancários, etc).
  2. Se deseja pagar seu boleto parcelado, ative a opção “Pro” (verifique as taxas adicionais cobradas por esse serviço);
  3. Autorize a operação e pronto.

Se você não se sente confortável utilizando o PicPay para pagar seus boletos e ainda insiste em usar o cartão de crédito para isso, acompanhe abaixo se essa é uma boa decisão. 

Pagar Contas Com o Cartão de Crédito é Vantajoso?

Vamos supor que seu banco aceita pagar boletos com o cartão e você quer muito realizar essa operação, mas está inseguro. Cada banco está livre para cobrar o preço que quiser pelo serviço de pagamento de contas com o cartão. 

O preço mais alto pelo serviço, de acordo com a Febraban, é de R$ 25,50, mas em algumas instituições essa cobrança não é feita. Além dessa taxa, é cobrado o IOF e, por causa disso, muitas vezes esse pagamento não é vantajoso. 

O Imposto por Operação Financeira (IOF) é pago por pessoas físicas e jurídicas que efetuam operações de crédito. Sua porcentagem depende do tipo de operação que o cliente está fazendo, podendo variar entre 0,38% a 3,38%.

Por isso, se você tiver dinheiro para pagar seu boleto, é recomendado que não utilize o cartão de crédito para concluir a transação 

Controle dos Gastos

Para não se enrolar nas contas, separamos três dicas para você colocar em prática:

  1. Coloque na ponta do lápis todos seus gastos (até o pão da padaria) e acompanhe para onde está indo seu dinheiro todo mês; 
  2. Saque seu dinheiro e separe ele em envelopes para limitar o quanto irá gastar em cada área por semana. Exemplo: coloque R$ 25 por semana em um envelope e escreva “lazer” do lado de fora.
  3. Guarde uma parte do que ganha para emergências (considere emergência alguma fatalidade que não estava nos plano, como compra de remédios, conserto do carro, entre outros).

Se quiser ainda mais dicas para não se endividar, confira o texto que preparamos e, se tiver alguma dúvida, escreva pra gente nos comentários.

4 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*