Ter uma vida financeira e pessoal organizada é o primeiro passo para garantir a segurança financeira e ter uma vida tranquila. Sabendo a gerenciar seu dinheiro exatamente quanto ganha, quanta gasta e principalmente onde gasta. Diante de algumas iniciativas elaboradas no seu dia a dia, qualquer pessoa pode obter equilíbrio financeiro e seguir para a segunda etapa que é o investidor.

Para facilitar esse processo na sua vida, criamos uma lista de dicas que vai te fazer mudar de vida mais rápido do que você espera.

1- Disciplina antes de tudo

Antes de qualquer iniciativa o primeiro passo é ter disciplina para organizar as suas finanças. Traçar seu planejamento é o principal. Muitas vezes somos tentados a gastar sem precisar, mas é preciso se manter focado no objetivo financeiro.

2- Não gaste mais do que ganha

Um dos motivos principais é gastar mais do que se ganha. Isso por falta de planejamento e a melhor forma de reverter é colocando todos os gastos em uma planilha ou no papel incluindo todos os seus gastos fixos.

3- Crie um orçamento

Depois de diagnosticar seus gastos o próximo passo é de como organizar as finanças pessoais e criar um orçamento. Para isso é necessário analisar os gastos fixos- que possuem o mesmo valor todo mês e os gastos variáveis- que mudam conforme o consumo como: água e luz.

4- Tenha objetivos financeiros

Estabeleça um valor, um prazo e um objetivo financeiro a ser atingido. Tenha uma boa organização para que seu objetivo seja cumprido. Analise seu orçamento e veja como reorganiza-lo de forma a adquirir um bem que tanto deseja no prazo estabelecido.

5- Cuidado com crédito fácil

Cheque especial e cartões de crédito são grandes ameaças para qualquer planejamento financeiro. Pois as taxas de juros são altas e a pessoa é seduzida pela facilidade em adquirir dívida. Tenha muito cuidado, dinheiro fácil custa mais caro que você imagina.

6- Dê preferências para compras à vista

Os custos da compra por crédito são altos devido aos juros cobrados. Além disso, comprar no cartão de crédito não faz com que sua vida financeira seja saudável, por isso dê preferência por comprar à vista.

7- Poupar sempre

Guarde pelo menos 10% do seu rendimento líquido durante o primeiro ano da sua carreira e 20% assim por diante. Economizar é sempre bom, mas a meta ideal para economizar é de 50% do seu valor líquido. O melhor objetivo simples é: renda- economias= gastos.

Poupe primeiro depois gaste o que sobrar. Não existe organização das finanças pessoais sem poupança.

É nessas reservas que nos permite enfrentar os imprevistos, emergências ou crises sazonais.

8- Aprenda investir

Após ter criado uma reserva financeira, uma boa opção é procurar alguns investimentos pensando no longo prazo. Procure investimentos de acordo com seu perfil. Solicite ajuda do gerente do seu banco, auxílio de empresas especializadas em prestar esse tipo de assessoria ou opte em se capacitar para assumir a tarefa de cuidar dos próprios investimentos.

9- Corte os gastos

Chegou o momento de colocar em prática o plano para você conseguir alcançar todos os seus objetivos, a hora de cortar ou diminuir aqueles gastos que estão te impedindo de alcançar seus objetivos.

Exemplos: roupas e sapatos sem ter necessidades,

Almoçar em restaurantes, pois não é nada barato almoçar fora.

Defina prioridades e elimine de vez o que não é essencial. É o momento de ajustes e disciplina.

10- Elimine todas as dívidas

Para seu objetivo ser alcançado é preciso eliminar as dívidas pendentes. Nem sempre é fácil, mas com algumas mudanças simples é possível.

– Coloque todas as dívidas no papel

– Negocie com as empresas para quais você deve e busque por um acordo que conseguirá pagar.

– Se caso tiver condições não parcele, pague todas á vista.

Talvez não seja uma tarefa fácil, mas para conseguir ter uma organização financeira controlada é preciso começar. E com essas dicas importantes será menos complicado.

 

Deixe seu Comentário
Recomendados para Você