Fique por dentro sobre as regras do estacionamento rotativo no centro das cidades

Sabemos que, ter um carro não é mais tão simples, com tantas taxas, seguros, licenciamento e IPVA, fica complicado e bastante difícil manter o dinheiro no bolso. 

Outra complicação que é tirar o veículo da garagem e encontrar uma vaga para estacionar. Por esse motivo, a Zona Azul foi criada em locais mais movimentados das cidades, com o objetivo de promover a rotatividade das vagas de estacionamento. Veja mais sobre isso no post!

O que é a Zona Azul?

A Zona Azul é um sistema de estacionamento rotativo em ruas e avenidas no centro das cidades. Suas vagas tem a sinalização nas guias, produzida pelos órgãos que tornam regular esse setor em cada município. Para conseguir estacionar nessas vagas é preciso pagar um valor por tempo de uso.

Cada região e cidade pode ter algumas regras específicas, que determinam os dias da semana e horários que serão cobrados os estacionamentos. Por esse motivo, é essencial se manter atento (a) as placas de sinalização da via quando estiver estacionando. E não tente escapar, pois não adianta. Sempre terá um fiscal para anotar a placa do seu veículo e conferir o tempo de permanência na vaga.

Como pagar a Zona Azul?


Para fazer o pagamento e estacionar o seu carro sem nenhuma preocupação, basta procurar os pontos de venda autorizados, como restaurantes, lojas e outros. Você poderá também localizar um dos fiscais nas proximidades ou até pagar pelo celular. O valor da Zona Azul pode ter uma variação de acordo com as normas de cada município.

– Cartão Impresso:  Em locais de vendas ou com o próprio fiscal, pague pelo seu cartão de estacionamento, definindo o tempo de permanência do veículo na vaga. Ele precisa ficar dentro do veículo de forma visível para que a fiscalização possa checar.

Cartão Digital: Gerado pela CET, Companhia de Engenharia de Tráfego, a Zona Azul Digital, é um sistema digital que pode ser acessado pelo site da CET. É preciso baixar um dos aplicativos autorizados e preencher o cadastro com a placa do seu veículo. Depois escolha as formas de pagamento, com cartão de crédito, débito ou no boleto.

Como economizar com o carro?

Não tem outra saída, assim que ligar o carro você já está gastando. Existem algumas possíveis atitudes que podem ser tomadas para ter mais economia com o seu veículo. Por esse motivo separamos um conteúdo bom para você se informar.

Gostou de saber? Compartilhe esse post também com seus amigos!

Deixe seu Comentário