Variação do Dólar – Como Funciona?

Saiba porque a variação do dólar pode afetar sua vida

  • Por: Equipe | 06/07/2019 - 15h00

Muitas pessoas não prestam a mínima atenção para a variação do dólar e pensam que não tem nenhuma interferência em sua vida no dia a dia. Se você assim como muitos, pensa dessa forma, preste bastante atenção nesse post que com certeza você vai mudar um pouco de idéia.
A alta ou queda do dólar influencia bastante em nossas vidas, mas para entender isso, é preciso saber como funciona a variação do dólar. Vamos lá?

O dólar em alta

Alguns fatores para que fazem o dólar subir são o déficit comercial, gastos de brasileiros no exterior e juros americanos. Se a compra de produtos fora do país é maior que a venda no próprio, pode-se perceber que aí tem um déficit da balança comercial. Como sabemos, brasileiros amam compras no exterior, e quando isso acontece, é registrado a saída de dinheiro do país, assim, aumenta a demanda pela moeda.

O outro fator que faz o dólar subir é o juros americanos. Como eles não são bobos nem nada, a intenção é fazer com que saia mais dólar do nosso país. Um cenário político bagunçado também mexe com o valor do dólar. Tudo isso se deve a investidores desistindo dos seus negócios no país por ser um risco. Assim, o dólar circula menos e sobe mais!

O dólar em baixa

Pra quem gosta de comprar fora, o dólar em baixa é a ferramenta perfeita! Assim, fica possível entrar no Brasil com produtos mais baratos.  Um setor que ganha bastante destaque com o dólar barato é o turismo. O sonho de viajar para o exterior pode estar mais perto do que imagina quando o dólar colabora e fica baixinho baixinho.

Os investimentos também mudam quando o dólar está em baixa. As empresas aproveitam para investir em outros países. Outra ação muito comum diante de um cenário de baixa são os investimentos no exterior. Se o Brasil vende mais produtos no exterior, as instituições recebem pagamento em dólar o que gera uma entrada maior da moeda no país.

Dólar Turismo e dólar comercial

Se você ainda não sabe, fique sabendo que a taxa de câmbio no Brasil é flexível!
Ela pode ser negociada com quem vende e quem compra.  O valor do dólar divulgado pelo banco central é uma referência de preço para o mercado. Então, você pode comprar mais barato ou mais caro.

Por isso essa diferença entre dólar turismo e dólar comercial. Para quem usa para negócios e bancos o preço é mais baixo. E pra quem usar para compras, turismo e principalmente cartão de crédito o valor é sempre mais caro.

IOF – Imposto do dólar

IOF é o Imposto sobre Operações Financeiras que incide na compra da moeda americana. Existem diferenças nas alíquotas para cada tipo de transação, confira:

Cartão de crédito/débito: 6,38% sobre o valor da compra.
Compra da moeda em espécie: 1,10% sobre o valor da compra.

Como a variação do dólar chega ao seu bolso

Agora a pergunta que não quer calar: Como a variação do dólar influencia em minha vida?  Para quem tem produção aqui no Brasil e precisa de produtos importados para a fabricação, o dólar em alta faz com que o custo do seu produto fabricado fique mais caro por conta do dólar alto.

Outra influência são os combustíveis. Com o dólar em alta, a gasolina e diesel sobe junto!  Com o custo de tudo subindo, todos somos obrigados a cobrar mais caro também pelos nossos produtos e serviços por conta do custo que ficou mais caro.
Temos certeza que depois de ler isso, você vai prestar bem mais atenção nas notícias sobre o dólar, né?

Gostou de saber sobre isso? Compartilhe com seus amigos e fiquem de olho na variação do dólar!

Recomendados
Sem Comentários