Se você faz parte do time de brasileiros que já querem começar o ano de 2020 investindo seu dinheiro, mas não sabe se tem o suficiente, seu lugar é aqui.

Muitas pessoas acreditam que para investir no Tesouro Direto, Letras de Crédito, CDB, e previdência privada precisam ter muito recurso sobrando, só que a verdade não é bem assim.

Especialistas apontam que todas essas opções são viáveis, e o rendimento das mesmas depende da quantia a ser depositada e do tempo que o capital vai permanecer nelas, já que se trata de uma taxa percentual.

O valor mínimo para começar a aplicar no mercado financeiro então, vai depender do tipo de investimento escolhido pelo cliente. E quanto maior o montante aplicado, maiores os lucros.

Quer conferir as opções e o depósito inicial de cada uma? Continue lendo.

Qual o Valor Mínimo Para Começar a Investir?

Tesouro Direto

É quando a pessoa “empresta” dinheiro para o governo através do investimento em um título do Tesouro Direto. 

Sua remuneração pode ser prefixada, pós-fixada ou híbrida.

Caso não tenha condições de comprar um título inteiro, o investidor tem a opção de escolher apenas frações dos mesmos, e por isso, o aporte mínimo é bem reduzido, com um valor inicial de R$ 30.

LCI e LCA

A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são aplicações atraentes por dois motivos: possuem rendimentos consideráveis (chegando até 75% a mais do que a poupança) e não exigem pagamento de Imposto de Renda.

Em LCIs e LCAs, o valor mínimo comum é de R$ 5.000. No entanto, algumas corretoras oferecem um aporte mínimo de R$ 1.000 na semana da Black Friday, fique de olho.

Além das vantagens citadas, esses investimentos contam com a garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para investimentos de até R$ 250.000.

Isso significa que em caso de insolvência do banco emissor, o cliente tem a garantia de que irá receber até esse valor de volta e não terá prejuízo desde que respeite esse limite.

Fundos de Investimentos

Os Fundos de Investimento são grupos de investidores que se unem para aplicar em empreendimentos imóveis, como edifícios comerciais, hospitais, shopping centers e afins.

Quando esses imóveis são locados, vendidos ou arrendados, os lucros são divididos entre todos os investidores.

Há diferentes tipos de fundos: fundos de renda fixa, ações e multimercado.

O valor depende da conta do fundo imobiliário, e para aplicar em um bom fundo, você precisa de quantias mínimas entre R$ 500 e R$ 50.000. 

Mas fique atento. Os fundos de investimento podem cobrar dois tipos de taxas: a de administração e a de performance.

CDB

CDB é um investimento de renda fixa, e diferente do Tesouro Direto onde você empresta par ao governo, nele o dinheiro é cedido para os bancos.

Em troca, o banco te devolve o dinheiro, no prazo combinado, com rendimentos. 

Existem títulos pré-fixados, pós fixados, ou atrelados a inflação + uma taxa fixa.

Seu valor mínimo de aplicação é de R$ 200.

Ações

Investir em ações de empresas é investir em renda variável.

Isso significa que sua remuneração ou retorno de capital não pode ser dimensionado no momento da aplicação, podendo variar positivamente ou negativamente, de acordo com as expectativas do mercado.

Por causa disso, a aplicação exige muita análise, tanto à operação, quanto as taxas de corretagem para efetuar a operação.

Para quem deseja diversificar sua carteira de investimentos, as ações podem ser uma boa opção e o valor mínimo varia conforme a empresa que está oferecendo, podendo ser até de R$ 1.

Como você viu, o valor mínimo para investir é variado e depende, principalmente do seu perfil de investidor e os seus objetivos para alcançar grandes rendimentos.

Não se engane. A ideia de esperar ter muito dinheiro para começar a investir só te deixa mais pobre. 

Isso porque o essencial não é o valor a ser investido, mas o hábito. Assim que ele fica enraizado em você, será muito mais fácil separar mais R$ 100, R$ 200, R$ 300 por mês. 

Comece pelo que você tem e, daqui a uns anos, seu dinheiro terá rendido e você colherá bons frutos dessa semeadura.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*

Recomendados para Você