O cartão de crédito tornou-se uma das melhores alternativas para pagamento, devido aos benefícios que ele oferece, praticidade, segurança e a opção de parcelar as compras. Abaixo, podemos listar outras vantagens de tê-los na carteira:

  • Não precisa andar com dinheiro, basta andar com o cartão de crédito e usá-lo para pagar suas contas;

  • Andar com cartão de crédito é ter uma forma de pagar em caso de um imprevisto, ele pode ser ideal para te ajudar em diversas situações;

  • Uma das melhores vantagens do cartão de crédito é o prazo e parcelamento que ele oferece aos seus clientes para aquelas compras que ele não teria condições de pagar à vista;

  • Financeiras e bancos oferecem muitas vantagens e prêmios para quem pagar com essa opção, acumulando pontos que poderão ser trocados por passagens aéreas, serviços e diversos produtos, além de muitos descontos. Para quem gosta de economizar, é uma ótima oportunidade.

Por esses e outros fatores, é difícil encontrar quem não tenha um cartão ou quem não deseja ter um. Ainda assim, ainda existem pessoas que fogem desse poderoso instrumento de plástico. Isso devido ao endividamento com o cartão por não saber utilizá-lo ló se forma correta.

E para evitar que isso aconteça você precisa estar atento a alguns sinais bem fáceis de perceber. E eles estão na forma como você usa o cartão, como paga sua fatura e se está atento aos seus hábitos de compra.

Preste atenção quanto mais rápido você identificar esse sinais, mais fácil será de sair ou melhor de nem cair na armadilha que o cartão de crédito pode estar lhe preparando.

Abaixo, listamos alguns sinais que você precisa estar atento ao utilizar seu cartão para poder utilizá-lo da melhor forma possível.

1 – Atraso de fatura mais de uma vez

O cartão de crédito tem os juros mais altos do mercado em relação ao atraso. Você precisa pagar sua fatura em dia. Se for distraído, coloque um alarme logo antes do vencimento para não se esquecer mais. Caso não tenha o dinheiro total da fatura, é o momento de parar e rever sua organização e buscar cortar gastos onde for possível.

2 – Limite maior que a renda

Obter um limite de cartão de crédito alto permite realizar compras a prazo e honrar pagamentos que normalmente você não conseguiria pagar de uma vez só. O problema é que muitas pessoas confundem o limite com extensão do salário.

3 – Acaba parcelando suas parcelas

Parcelar o cartão pode ser uma boa opção, pois é melhor do que ficar em atraso ou não ter o total para pagar. Mas, se você não conseguir pagar o parcelamento e ter de fazer outro em cima, sua situação fica ainda mais grave. O risco dessa situação virar uma bola de neve é grande, já que às prestações anteriores vão se somando às faturas seguintes. Tome cuidado!

4 – Pagar mínimo da fatura

Caso você só tenha o dinheiro para pagar o mínimo da fatura do cartão de crédito, isso significa que algo das suas finanças deu errado. Pode ser que algo aconteceu para você gastar a mais em um mês ou você está levando um padrão mais alto que pode aguentar.

Mas, essa situação precisa mudar, pois no próximo mês as coisas vão piorar e a fatura que você não pagou no mês anterior com os juros acumulados virão no mês seguinte da fatura atual. Controle-se.

5 – Precisar usar cheque especial para pagar a fatura

Mais grave do que pagar o mínimo do cartão é usar o cheque especial e o rotativo juntos, pois são os juros mais altos do mercado. No momento que você utiliza o cheque especial para pagar a fatura está se enrolando ainda mais.

Se atualmente você está usando seu cheque especial para pagar contas, seu momento está num estado terrível e você precisa mudar seus hábitos imediatamente.

6 – Pedir outro cartão de crédito

Muitas pessoas acabam ficando sem limite disponível no cartão de crédito e acabam solicitando um novo cartão para poder continuar gastando o que não tem. Se você não está com controle de um cartão, não pode de forma nenhuma pensar em ter dois cartões de crédito. Os problemas só vão crescer, e em pouco tempo o outro cartão já estará também sem limite disponível, e com uma dívida enorme.

7 – Não consultar o saldo do cartão de crédito

Cuidado para não extrapolar e não ter o dinheiro total da fatura para pagar. Por não ver o dinheiro saindo do bolso na hora de pagar, muitas pessoas relaxam bastante com o cartão de crédito. Assim, muitas vezes acabam gastando muito mais do que podem. É aí que o susto vem, no momento que a fatura chega.

Tenha um controle da sua fatura, para que você não receba uma surpresa inesperada.

8 – Saques com cartão de crédito

Evite realizar saques com o cartão de crédito. Esse tipo de atitude funciona como um empréstimo ou um financiamento com taxas muito altas, que tornam mais difícil de pagar o valor devido se você já estiver entrando no vermelho.

9 – Renegocie sua dívida se estiver alta

Para evitar a famoso bola de neve, procure a instituição credora o mais rápido possível para renegociar sua dívida. Aproveite e peça descontos e escolha um parcelamento que caiba no seu bolso para evitar uma outra dívida. E, assim, depois que quitar sua dívida, você pode voltar a ter crédito na praça novamente.

10 – Não use seu cartão de crédito para necessidades básicas

Quem pagará suas necessidades básicas é o seu salário. Ter que usar o seu cartão de crédito para cobrir esse tipo de despesas é um alerta de problemas financeiros. Assim, planeje e faça um orçamento para viver de acordo com os seus ganhos e reverta essa situação que poderá te levar a um endividamento excessivo.

Agora que você já está alerta aos sinais do cartão de crédito, evite ao máximo usá-lo sem ter como pagar a fatura total.

Recomendados para Você
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*