Quando pensamos em investir, já vem à cabeça várias dúvidas. Afinal, essa palavrinha que está presente em nossas vidas ainda nos assusta um pouco. Isso porque logo pensamos em como juntar dinheiro para ter algum bem (smartphone, carro, apartamento, etc) e qualidade de vida (viagem, estudos, lazer, etc), mas é difícil escapar das variáveis e de como faremos para conseguir tais objetivos.

Mas, não se assuste. Por mais que começar a investir requeira sapiência, pesquisas e orientações, poupar com algum fim está longe de ser “coisa de gente rica”, como é popularmente dito. Se você é um dos que acham isso, venha conosco. Vamos mostrar que todos podem investir.

Perfil

Antes de aplicar seu dinheiro, você deve saber qual é seu perfil investidor. Assim, poderá garantir uma diversificação equilibrada do seu capital. O perfil de investidor é o resultado de uma análise das suas características em relação aos investimentos, e principalmente ao risco envolvido. Serve para indicar os investimentos mais adequados para você. Faz uma enorme diferença na hora de obter sucesso em suas aplicações financeiras.

É relevante avaliar a tolerância a riscos que você está disposto a passar, sua renda, patrimônio, idade, objetivos e tempo que você está disposto a deixar seu dinheiro investido.

Quais são os tipos de perfil de investidor?

Existem três tipos de perfil de investidor. Abaixo, iremos explicar todos:

  • Perfil conservador: é o tipo de investidor que prioriza a segurança das suas aplicações. Neste perfil, o investidor mantém a maior parte de seus investimentos em produtos de baixo risco, pois não quer se aventurar a ter possíveis perdas. Assim, abre mão de maiores rendimentos por mais segurança . Ex: CDB
  • Perfil moderado: é o investidor que está mais predisposto a correr alguns riscos. Esse perfil espera uma rentabilidade maior que a taxa básica de juros e suporta mais às oscilações dos investimentos. Ex: Títulos do Tesouro Direto.
  • Perfil Arrojado: é o investidor que busca a maior rentabilidade possível. Para isso, está disposto a assumir maiores riscos. Entende como o mercado financeiro funciona e tem uma visão holística de longo prazo. Esse perfil suporta qualquer tipo de oscilações do mercado financeiro. Ex: investir na Bolsa de Valores (Ações).

Portanto, o ideal é você saber qual o seu perfil de investidor, antes de começar a investir e desenvolver uma estratégia adequada que vão atender ao seu propósito, a sua necessidade.

Com quanto posso começar a investir?

É possível ter retornos investindo a partir de R$ 30,00. Sim, isso mesmo, só R$ 30,00!

Um dos exemplos é investindo em Títulos Públicos, que é o programa do Governo Federal que você escolhe em uma lista de Títulos qual você quer comprar. Nessa modalidade, você está “emprestando” seu dinheiro para o Governo Federal em troca de uma remuneração que dependerá do tipo e prazo do Título adquirido.

Esse investimento é conservador e tem objetivo de longo prazo, mas, se você precisar do dinheiro rápido, não tem problema, pode resgatar. Sua liquidez é diária. Ou seja, você pode resgatá-los a qualquer momento.

Portanto, você pode começar a investir com um aporte de R$ 30,00 e, com o tempo e planejamento, você conseguirá ir aumentando os valores a serem investidos. O relevante é começar, mas também sabemos, que quanto maior o montante investido, maiores são os lucros.

Quando você começa a investir com pouco dinheiro e tem retornos desse investimento, é muito gratificante, estimulando a sempre continuar investindo para nortear um futuro diversificado de investimentos. Com o tempo, você vai mudando de perfil de investidor, até chegar no perfil arrojado. Vamos começar!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*