Quanto Custa uma Ação e Qual o Valor Mínimo Para Investir na Bolsa

Quando falamos de bolsa de valores é comum pensar que precisa ter muito dinheiro para fazer um investimento. Mas será que isso é verdade?

Com esse post, vamos de mostrar quando custa mais ou menos uma ação e qual o valor mínimo para investir na bolsa. Confira

Quanto custa uma ação

Bom, pra começar, é preciso entender que as ações são negociadas em lotes. 100 ações equivalem a 1 lote, então, se a ação que você quer comprar está saindo por R$1,00, o mínimo a ser pago será R$100,00 para o aporte.

Outro tipo de compra que é possível fazer é através de lotes fracionados, essa compra permite negociações de frações menores de 100 ações. Essa idéia é de permitir a possibilidade de pequenos investidores entrarem na bolsa.

Além de saber os valores, você precisa saber também das taxas que são aplicadas nos ativos. Vamos te explicar uma por uma, confira!

Taxas aplicadas

1- Taxa de corretagem

A taxa de corretagem é cobrada para realizar transações de compra e venda na bolsa e não existe um valor fixo. Esse valor depende da corretora. Uma coisa que é boa para quem faz mais de 10 operações mensais é o pacote de corretagem. Ele pode ser bem vantajoso para quem se encaixa nesse perfil.

2- Taxa de custódia

Essa taxa é cobrada mensalmente pela BM&FBovespa para as guardas dos títulos. Em algumas corretoras os clientes são isentos de taxa.

3- Taxas de TED

Para fazer as transferências de operação, as taxas de banco também são cobradas. Elas são as taxas conhecidas de TED dos bancos.

ISS

Iss é o imposto sobre serviço, esse imposto equivale a 5% da corretagem. Para quem quer operar na bolsa, é preciso contabilizar também esse imposto.

E aí, já dá pra começar a investir na bolsa depois dessas informações, né?

Recomendados
Sem Comentários