Família a base de todo o processo. Esse é o fator prioritário para José Felipe Carneiro para o sucesso na vida e dos negócios.

Sem demagogia ou clichê. Para entender a base de todo o processo, basta entender um pouco dessa base para destrinchar mais da personalidade que ele construiu ao longo dos tempos. Ser analítico e (re)conhecer o limite de uma pessoa (logo no primeiro contato) é uma característica nata. Uma arte de saber até onde pode ir e, consequentemente, até onde pode cobrar.

Vamos falar sobre gestão

A técnica adquirida com as vivências da vida vem de um jovem empresário, que leva ao pé da letra todos os aspectos humanos que envolvem a gestão de pessoas. Nada de receitas pré-estabelecidas ou manuais comportamentais. O foco é em pessoas.

E as funções atribuídas, os cargos? Então, elas vêm em segundo plano. Como assim? O que importa de verdade é a atitude diante aos desafios – ótima dica para deixar registrada na memória, heim?!

Nada de proposta desfocada ou registros que não geram resultados. Quando se fala em posturas de liderados diante aos desafios, Zé gera autonomia num mercado em transformações e cada vez mais exigente. Um mercado em que líderes surgem como condutores e verdadeiros auxiliares de pessoas com capacidades resolutivas.

Construção de um gestor

E acreditar na capacidade do outro vem como herança clara da família. Construção na sala de casa. Lembrança de um menino, que fala com afetividade dos almoços de fim de semana. Tudo ali era em conjunto. Todo mundo ajudava nos preparativos (e na lavagem da louça).

Havia música. Tiago coordenava o piano, Zé ficava no saxofone. O pai Miguel era um observador de todo aquele show particular e, em alguns dias, puxava o banquinho e era maestro das notas do piano.

Tudo numa sincronia empolgante, que começou em casa, com confiabilidade e papel atribuído a cada membro daquela orquestra, e foi transportado para o mundo dos negócios.

Parceria orquestrada

A maestria da música rendeu aos irmãos Jose Felipe e Tiago Carneiro (famosos no mundo corporativo pela transação da cervejaria Wäls com a Ambev) uma sinergia para a vida.

A irmandade de herança sanguínea evoluiu para uma relação que vai além da ligação de DNA. Tanto que para retirar o primeiro brilho nos olhos de Zé numa prosa despretensiosa basta indagá-lo sobre a relação com o irmão.

Tiago Carneiro: o condutor dos negócios

Protetor, defensor de tudo conquistado pela família e dono de um coração gigante. Definição que surge com naturalidade e sem necessidade mínima de análise na construção da frase.

Tiago sempre foi visto como o cara mais bravo da família – e Zé não discorda totalmente da definição –, exigente e muito capacitado. O conselheiro da família (definição orgulhosamente repetida por Zé), já vive nos Estados Unidos há mais de um ano. Foi para lá com a missão de tocar o novo projeto da família: a Novo Brazil. E, agora, chegou o momento de Zé se unir ao irmão, em San Diego (Califórnia).

Mas engana-se quem pensar que a distância física desse último ano significa que os dois seguiram caminhos destinos contrários. Zé avisa que Tiago é o conselheiro de negócios (e da vida) e enche o peito para falar que será padrinho do filho do irmão.

Nesse tempo, eles nunca ficaram 24 horas sem se falarem e driblar o fuso horário entre os dois países veio como um dos desafios desse período.

A Califórnia

Os caminhos dos dois mineiros na Califórnia chegam com respaldo de um portfólio bem conduzido até aqui. Vamos contar mais dessa construção na próxima semana e da relação bonita dessa família, que, sem dúvidas, ganhará os holofotes de todo mundo.

Temos certeza que você vai se inspirar e como diz o professor e ator americano Sanford Meisner (mais conhecido como Sandy): “Coragem significa estar disposto a arriscar tudo”.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*

Recomendados para Você