O Que é Capital de Giro?

O Capital de giro é o dinheiro necessário para bancar a continuidade do funcionamento da empresa.
Se você possui esse capital, mesmo que tenha dificuldades com os clientes, continua tendo recursos para manter o estoque, assegurar o pagamento dos fornecedores, impostos, salários e demais custos e despesas operacionais.

Como Calcular o Capital de Giro?

Para calcular seu capital, você precisa ter em mãos todo o gasto com contas a pagar (inclusive salários e impostos) da empresa, todo o gasto com mercadorias (ou matérias primas para fazer seu produto), as contas a receber mais o valor que possui em estoque.
Com esses valores, você faz a seguinte conta:

contas a receber + valor que possui em estoque – contas a pagar + despesas

Parece complicado mas vamos te explicar como calcular seu capital de giro.
Imagine que você quer abrir uma sapataria pequena, já reformada.
Vamos começar pelas contas a receber: Algum cliente te deve?

Você está para receber R$ 500,00 de clientes, possui estoque de produtos de R$ 3.000,00.
Nas contas a pagar será incluído R$ 1.000,00 do aluguel, R$ 998,00 do funcionário que vai atender os clientes, R$ 200,00 de luz e R$ 100,00 de água.
As despesas eventuais são aquelas que você não consegue prever, como troca de uma lâmpada ou pequenos reparos, então vamos colocar um valor de R$ 200,00.

A conta ficaria assim:

R$ 500,00 + R$ 3.000,00 – R$ 2.298,00 + R$ 200,00 = R$ 1.002,00

O dinheiro que você deve ter em caixa todo mês é de R$ 1.002,00 para que seu negócio funcione sem dívidas.

Qual a Importância de se Ter Um Capital de Giro?

A ideia é sempre termos um capital de giro positivo. Assim evitamos recorrer a empréstimos caríssimos trazendo prejuízo para a empresa depois.
Sem uma boa gestão deste capital, é difícil alcançar os resultados desejados no planejamento anual.
O ideal é que se planeje o período de recebimento dos clientes menor do que o período que você deve pagar aos fornecedores, mas caso isso não ocorra de fato, esse dinheiro de “reserva” vai te salvar momentaneamente.

Para mantê-lo, é preciso ter uma boa contabilidade e registrar todas as entradas e saídas de recursos da empresa e, se puder fazer isso diariamente, fica mais fácil para organizar depois, tendo sempre em mente que cada negócio é uma realidade diferente.
Se você fez suas contas e ainda não possui um capital de giro, abaixo deixamos algumas dicas para conseguir esse recurso:

1. Identifique e corte gastos

Descubra custos que podem ser diminuídos e faça o que for necessário para cortá-los. Mantenha as finanças em dia, pois as empresas muitas vezes fecham as portas pela má administração do capital de giro.

2. Tenha muita disciplina

Não use o recurso do seu capital de giro para cobrir alguma despesa e deixe de repor a mesma quantia quando entra dinheiro em caixa. Se você se controlar no pouco, não vai faltar depois, então seja exigente consigo mesmo, tenha disciplina e não procrastine a reposição do dinheiro. Se você ficar no vermelho e precisar de dinheiro, hoje existem muitas opções de empréstimo online que são rápidas e seguras para você. Neste artigo, temos os 4 melhores empréstimos para autônomos, vale a pena conferir também.

3. Saiba negociar com fornecedores e clientes

Em relação aos fornecedores, procure aqueles que te oferecem a opção de um aumento no prazo, ou grande desconto em pagamento a vista. (Confira se você pode pagar a vista primeiro).
Já os clientes, quanto menor o prazo, mais rápido você recebe seu dinheiro, então sempre que possível procure reduzir o financiamento, e crie uma possibilidade de fidelização oferecendo pequenos brindes, ou descontos, assim você vai garantir que o cliente sempre volte a comprar de você. Se for necessário, busque antecipar o pagamento pelas maquininhas para conseguir um retorno mais rápido.

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Recomendados
Sem Comentários