Os economistas do mercado financeiro anunciaram boas expectativas para a economia brasileira em 2020 relacionadas à inflação e ao preço do dólar.

As projeções fazem parte do boletim de mercado, conhecido como relatório “Focus“, divulgado nesta segunda-feira (13) pelo Banco Central (BC). Os dados constam de um levantamento feito na semana passada com mais de 100 instituições financeiras.

Queda da Inflação

De acordo com o boletim, os analistas alegam que a estimativa para a inflação este ano vai diminuir, mudando de 3,60% para 3,58%.

O responsável por determinar essa taxa é o Conselho Monetário Nacional (CMN) e, a fim de alcançar a meta determinada, o Banco Central eleva ou reduz a taxa básica de juros da economia (SELIC).

Mas é recomendado que se espere até o fim do ano para certificar da inflação anual.

Ano passado, por exemplo, o índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou em 4,31%, acima da meta esperada que era de 4,25%.

O IPCA é considerado a inflação oficial do Brasil e já possui a estimativa para o ano de 2021: 3,75%. Especialistas afirmam que cumprir essa meta provavelmente será possível.

Produto Interno Bruto

O PIB (Produto Interno Bruto) é a soma de todos os bens e serviços feitos no país, independentemente da nacionalidade de quem os produz, e serve para medir o comportamento da economia brasileira.

Assim como os demais índices, o PIB possui uma meta a ser cumprida, e o mercado financeiro determinou que, para 2020, esse índice será de 2,30%.

Outras Estimativas

Juntamente com o IPCA, PIB e a Selic, abaixo constam algumas outras estimativas financeiras para 2020 e sua previsão de crescimento para 2021, confira:

  • Dólar: a projeção para a taxa de câmbio no fim de 2020 recuou de R$ 4,09 para R$ 4,04 por dólar. Para o fechamento de 2021, continuou em R$ 4 por dólar.
  • Investimento estrangeiro: a previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil, em 2020, permaneceu em US$ 80 bilhões. Para 2021, a estimativa dos analistas subiu de US$ 84,40 bilhões para US$ 84,75 bilhões.
  • Balança comercial: essa é considerada o resultado do total de exportações menos as importações, a projeção em 2020 caiu de US$ 38,20 bilhões para US$ 37,31 bilhões de resultado positivo. Para o ano que vem, a estimativa dos especialistas do mercado recuou de US$ 35,60 bilhões para US$ 35 bilhões.
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*