Após conhecermos a história das fintechs, vamos falar, esta semana, da maior delas: o Nubank!

Em 2019, a fintech foi considerado, pela revista Forbes, o melhor banco do Brasil. Além disso, a empresa foi considerada uma das melhores instituições financeiras do mundo, no ranking World’s Best Banks 2019.

Na verdade, nem é preciso de um título desse nível para saber o que é o Nubank. O cartão roxinho com certeza já conquistou o coração dos brasileiros. São mais de seis milhões de clientes, espalhados pelo país!

Quer saber mais sobre o banco que revolucionou a maneira de as pessoas lidarem com um banco? Como surgiu a ideia? O que a instituição está desenvolvendo para o futuro? Acompanhe estas e outras curiosidades, conosco, na sequência!

Como e quando surgiu o Nubank?

O fundador é colombiano, mas a empresa é brasileira. David Vélez foi responsável por simplificar os processos de ter uma conta no banco. Em sua experiência de vida, ele conta que ficou seis meses para abrir uma conta em um banco quando se mudou para o Brasil. Para ele, o consumidor não precisava passar por uma situação tão desconfortável como a que ele vivenciou.

Dessa forma, David começou a buscar sócios que apoiassem a ideia de um banco totalmente digital. Nesse contexto, surgiram o americano Edward Wible e a brasileira Cristina Junqueira. O Nubank surgiu em maio de 2013.

Surgimento do termo “Nu”

A identidade da empresa foi estrategicamente pensada de acordo com o seu conceito. O termo “Nu” é uma forma de mostrar o quão transparente a empresa é. Sem preconceitos ou julgamentos, simplesmente nua e crua. Além da ideia de novo. O Nubank, definitivamente, queria quebrar a ideia do modelo tradicional.

Cristina Junqueira conta que o início da empresa foi muito simples. Parte do investimento saia do próprio bolso dos sócios, principalmente para os recursos necessários para o ambiente de trabalho. Mas David queria que o Nubank fosse uma verdadeira extensão da casa do cliente e não um escritório. Por isso, a primeira sede do banco foi em uma casa, na Rua Califórnia, em São Paulo.

O começo da empresa não foi fácil. Muito trabalho duro e suor deram vida a uma ideia que ainda não tinha mercado para usar como exemplo. Era necessário ser criativo e empenhado para deixar o sonho ativo. O sentimento de inconformismo com os processos dos bancos era maior do que qualquer dificuldade que aparecesse pelo caminho!

Como o Nubank se organizou internamente para atingir o sucesso?

O banco surgiu no conceito da inovação. Mas esse foi só o começo. Todo o projeto de desenvolvimento buscava inovar na forma de trabalhar, de se comportar como empresa.

A empresa, que surgiu em 2013, se consolidou em 2014, sendo assim uma startup. Por isso, o projeto ainda demanda de muita estruturação e há muito para se fazer. E, para isso, é preciso contar com a ajuda de diversas cabeças pensantes.

Forma inovadora de trabalho

A empresa é totalmente programada para o conforto do seu usuário. É uma forma de trazer o lazer no conceito geral. São permitidos animais de estimação no escritório, há videogames, jogos de vôlei, piscina de bolinhas. Há ainda uma cafeteria completa para todos os gostos.

Quais os diferenciais do Nubank?

A fintech surgiu como um banco 100% digital. Seu primeiro produto foi o cartão de crédito internacional, sem anuidade e completamente gerado por um aplicativo. Tudo para o maior conforto de seu usuário. A ideia era aproximar os serviços financeiros e facilitá-los para você cliente!

Surgimento da NuConta

Em 2017, foi criado o NuRewards, um programa de recompensas do cartão e a NuConta. Em 2019 o banco passou a oferecer empréstimos aos seus clientes.

A NuConta trabalha no conceito de facilidade. A ideia é ter o cliente no controle. Com esse modelo, você cliente poderá fazer transferências gratuitas e ilimitadas, fazer a portabilidade do seu salário, fazer cobranças de qualquer valor, além de poder realizar pagamentos pelo próprio app.

O modelo de conta do Nubank também é mais rentável que a poupança. O seu dinheiro rende automaticamente todos os dias. No site você pode fazer uma simulação de acordo com o seu orçamento.

Inovação que não para!

O Nubank continua inovando, sempre. Em 2018, a marca decidiu mudar o design do seu cartão para um modelo contactless, ou seja, A tecnologia contactless (sem contato) permite que o consumidor efetue compras apenas aproximando o cartão da maquininha, sem precisar inseri-lo. Isso é válido tanto para crédito como para compras no débito. Esse modelo deixa o processo ainda mais único e personalizado para cada cliente.

Ter sucesso é uma questão de oferecer um serviço diferente, novo e criativo. O Nubank é um case de muito estudo e inspiração para todos os empresários do Brasil. Priorizando o bem estar do seu funcionário e adotando novas técnicas de mercado, a maior fintech do Brasil, sem dúvida, E referência no meio empresarial!

1 Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*