O empréstimo consignado privado pode ser uma boa opção para quem trabalha de carteira assinada e precisa de um dinheiro.

Por ser um empréstimo que está relacionado ao seu salário, é muito importante saber o que acontece com a dívida se você for demitido ou mudar de emprego.

E hoje vamos explicar o que você pode fazer se isso acontecer.

O Que É Um Empréstimo Consignado?

O empréstimo consignado é uma opção de linha de crédito em que as parcelas são descontadas diretamente na sua folha de pagamento.

Eles podem ser usados para adquirir uma casa, pagar algumas contas atrasadas ou até mesmo comprar um carro.

No entanto, uma situação recorrente e que gera dúvidas é: fiz um empréstimo e perdi o emprego, e agora?

Nesse caso, existem duas regras: você deverá liquidar o valor restante de uma só vez, ou passará a pagar as taxas de mercado balcão.

Nesse post vamos apresentar para você algumas questões que podem te ajudar a sair dessas dívidas.

Topa aprender tudo e mudar a sua vida financeira?

Analise Seu Empréstimo

Mas antes faça uma análise do seu empréstimo, no momento que você perdeu o seu emprego ou sua renda mensal o mais importante é analisar a situação do seu empréstimo:

  • As parcelas estão em dia ou com atraso?
  • Quanto tempo falta pagar?
  • Caso fosse quitar o empréstimo todo quanto você pagaria?

Fazendo uma análise sobre essas questões você terá uma estratégia de pagamento mais exato.

Caso Tenha Carteira Assinada, Use Sua Rescisão

Em muitos casos, quando a pessoa trabalha de carteira assinada e não é demitida por justa causa, com certeza ela pode usar a rescisão.

A rescisão pode ser uma boa saída para abater o seu compromisso financeiro ou pagar uma boa parte dele, deixando apenas as parcelas finais para serem pagas depois.

Escolha pagar as parcelas do empréstimo que estão próximos para vencer e adiante no mínimo umas 3 deles.

Assim poderá dar uma folga no orçamento e ganhar um tempo para conseguir um dinheiro para quitar o restante do empréstimo.

Comunique Com o Credor

No momento que você souber da sua demissão, entre em contato com a instituição financeira que você realizou o empréstimo consignado e comunique que perdeu o emprego ou sua fonte de renda.

É de extrema importância comunicar com o credor sobre o acontecimento para que você e a instituição entrem em um acordo que possibilite pagar as parcelas que restaram, e como consequência permite que você organize a sua vida financeira.

Porém, se você não entrar em contato e fazer um acordo, mais prejudicado será você, devido aos juros que aumentará cada vez mais, aumentando a sua dívida.

Seja Criativo e Consiga Uma Renda Extra

Esse é o momento de pensar em ter uma renda extra para pagar sua dívida.

Pense em que área você tem habilidade e seja criativo.

Caso tenha habilidade na cozinha, artesanato, bolo e doces, costurando ou outras habilidades.

Analise o mercado e refaça uma estratégia de negócios para que ele comece a te dar um bom retorno.

É a hora de de usar sua criatividade e para gerar uma renda e quitar seu empréstimo consignado antes que os juros estejam altíssimos.

Com isso é possível ter uma clareza para criar estratégias e uma maior facilidade para quitar a sua dívida pendente.

Para Quem Trocou de Emprego:

Para você que trocou de emprego, há possibilidade de transferir a dívida para a nova empresa.

Mas, é necessário que a empresa tenha um convênio com o banco onde você fez o empréstimo para a troca ser autorizada com sucesso.

Assim que a troca for autorizada as parcelas do consignado continuam sendo descontadas no seu salário até quitar todo o empréstimo.

Para mais informações sobre a portabilidade procure o setor de recursos humanos da sua nova empresa e tire todas as suas dúvidas.

Não deixe de quitar a dívida, para que sua vida financeira vire uma bagunça e você fique pagando juros altíssimos.

E aí, vai aplicar todas essas dicas na sua vida financeira para sair das dívidas?

Mande esse post para um amigo que precisa também de um incentivo para sai do negativado.

Deixe seu Comentário