Entenda a Diferença Entre Juros e Correção Monetária

Saiba qual delas você deve ficar longe, e qual você deve ficar atento!

Entenda a Diferença Entre Juros e Correção Monetária

O que é juros, correção monetária e qual a diferença entre eles, você sabe? A chances de você já ter ouvido sobre eles na sua vida é grande, mas saber o impacto de cada um na sua vida financeira, poucos sabem!

Para te ajudar a entender e buscar melhorar sua vida financeira, vamos te explicar cada uma delas e qual delas você deve ficar longe, e qual você deve acompanhar no dia-a-dia.

O que são juros?

Sabe quando você atrasa a fatura do cartão de crédito, ou as contas de luz, telefone, água e na fatura do mês seguinte vem um valor a mais? Isso é juros! O valor cobrado quando tem um atraso no pagamento de alguma conta. Não apenas nesses casos, os juros também aparecem nas parcelas quando você divide alguma compra. Você já deve ter visto algumas lojas fazendo propagandas como: “12 vezes sem juros no cartão de crédito!”.

Isto é, quando você optar em dividir em 14 vezes, por exemplo, eles adicionam um valor a mais na suas parcelas. Quando você faz empréstimo! Suas parcelas também vem com esse valor extra.  Existem diferentes tipos de juros: simples, composto, mora, reais, nominais e rotativos.

O que é correção monetária?

A correção monetária não tem relação com a cobrança de juros. Ela é uma atualização do valor da moeda que ocorre todo mês. Mas porque ocorre essa atualização? Ela faz com que a moeda não perca valor! A moeda se adapta a inflação por um período determinado, isso tudo para compensar algumas perdas econômicas. Com isso você consegue saber qual é o preço da moeda sendo comparada com outras moedas. Para facilitar seu entendimento, sempre comparamos o real com o dólar, por exemplo. Hoje 1 dólar vale 3,86 reais! Isso só conseguimos saber graças a correção monetária.

Como é feito o cálculo?

Um pouco complicado explicar, mas vamos tentar! A variação de indexadores é utilizada para calcular a correção monetária, e os juros por meio de percentuais. O que significa isso? Com base na inflação que está em vigor que se determina o valor do juros a ser pago. Para empréstimos a conta é um pouco diferente. Eles adicionam no valor os gastos para manter o serviço e o risco de crédito, que é a probabilidade do banco levar um calote. O dinheiro usado pela instituição financeira para captar o valor que será emprestado também entra no valor do juros. A correção monetária é calculado por um índice de inflação, o quanto a moeda está valendo e a cotação do mercado financeiro.

A diferença

Concluindo, a diferença entre os dois é que os juros são uma indenização para as instituições financeiras, que é inserida por atrasos de pagamentos ou empréstimos. Já a correção monetária altera o valor que a moeda está valendo, seguindo uma atualização. Assim sabemos que, para os consumidores, o juros devem ser evitados de qualquer maneira! Coloque como meta mensal pagar as contas em dia evitar esses juros, principalmente com cheque especial e cartão de crédito!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

Sem comentários