Consumidores de todo o Brasil poderão adquirir produtos com até 70% de desconto, nesta quinta-feira (4), em 816 lojas de 141 cidades, localizada em 16 estados do país, durante a 14ª edição do Dia Livre de Impostos (DLI). A ação, que foi idealizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), e há quatro passou a ser realizada em outros Estados brasileiros, com o apoio da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), busca conscientizar os consumidores sobre a alta carga tributária incidente em cada uma das compras. Ação-manifesto, que será este ano totalmente online, será realizada em 141 cidades, de 16 estados, com objetivo de propor que consumidores adquiram produtos e serviços sem pagar a imensa carga tributária.

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e às medidas de isolamento adotadas em cada um dos Estados para o distanciamento social, o DLI este ano será totalmente online. Entre as participantes, encontram-se drogarias, perfumarias, supermercados, autoescola, escola de idiomas, lojas de material de construção, pet shop, lojas de calçados, roupas e acessórios, entre outras, que comercializarão produtos e serviços sem o valor dos impostos.

O movimento tem como objetivo relembrar dados como os do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), que apontam que as empresas brasileira gastam, em média, 2.000 horas por ano para lidar com toda a carga tributária. Já o consumidor trabalha 153 dias por ano para arcar com todos os impostos incidentes nos produtos e serviços que consome.

“Além de protestar contra a alta carga tributária e cobrar o retorno efetivo dos impostos para a sociedade em forma de investimentos em serviços essenciais, como saúde e educação, esse ano, em função da pandemia do Coronavírus, o sistema tributário tornou-se um assunto inadiável para discussão”, afirma o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.

“O setor privado já vinha sendo sacrificado por um modelo fiscal que pune quem gera emprego no Brasil e que, agora, com a pandemia da Covid-19, sente-se duplamente prejudicado. A perspectiva do fechamento de milhares de empresas, a burocracia tributária e o baixo retorno dos impostos pagos, leva à necessidade urgência do avanço da agenda da Reforma Tributária”, completa.

O retorno dos impostos para a sociedade, em forma de serviços essenciais, é outro dado alarmante no Brasil. De acordo com o IBPT, em um ranking de 30 países, o Brasil é o 14º que mais arrecada imposto e o último que melhor retorna o dinheiro para a população.

“A carga tributária brasileira está entre as mais elevadas do mundo. Só para se ter uma ideia do peso dos impostos na vida da sociedade, o brasileiro trabalha em média 153 dias por ano, o que corresponde a cinco meses, só para pagar impostos”, ressalta o presidente da CDL/BH.

Algumas das lojas participantes, como a Drogaria Araújo, optaram por ampliar a presença na iniciativa e oferecerão quase uma semana de produtos livres de impostos. No caso da rede farmacêutica, os descontos em fraldas, medicamento genérico e itens de limpeza se estenderão até a próxima segunda-feira (8).

A lista completa de empresas e produtos pode ser consultada no site.

Recomendados para Você
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*