Você já parou para pensar que pensamentos aparentemente inofensivos podem estar impedindo você de se tornar rico?

Sabia que mudar seu comportamento faz toda a diferença quando o assunto é ganhar dinheiro? De acordo com a revista Forbes, os 400 americanos mais ricos têm, somados, um patrimônio maior do que os 150 milhões de americanos mais pobres somados.

O que acontece, no entanto, com a classe média? As pessoas que estão entre os ricos e os pobres? Provavelmente, você pode ser considerado de classe média, afinal, não é pobre, mas também não é extremamente rico, certo?

Você quer se mudar para o lado dos ricos? Então, é preciso começar a pensar como eles. Mudar suas crenças financeiras, por si só, não é suficiente para se torná-lo milionário, mas, certamente, é um impulso para trilhar o caminho! Veja, na sequência, as dez principais diferenças comportamentais entre a classe média e os ricos, que podem estar te impedindo de se tornar milionário! Confira conosco!

1 – A Classe Média Busca se Sentir Confortável, já os Ricos Buscam se Sentir Desconfortáveis

A frase de Peter McWilliams ilustra bem essa ideia, que abriu este tópico: “Esteja disposto a se sentir desconfortável. Sinta-se confortável por estar desconfortável. Pode ser duro, mas é um pequeno preço a pagar para viver um sonho”.

É confortável trabalhar em um emprego seguro, trabalhar para outra pessoa. A classe média acredita que se sentir confortável é se sentir feliz, mas o rico percebe que coisas extraordinárias somente acontecem quando ele se coloca em situações desconfortáveis.

Iniciar seu próprio negócio, por exemplo, é arriscado e os riscos podem ser desconfortáveis, mas são necessários para criar riqueza e alcançar resultados superiores. O mesmo vale para os investimentos.

Investir na poupança é confortável, mas pouco rentável, perdendo inclusive para a inflação. Para obter melhores retornos em seus investimentos, é preciso arriscar um pouco mais e começar a investir em ações, por exemplo.

O fato é que, em investimentos, o que é confortável raramente é rentável. Então, saia da sua zona de conforto, olhe para todas as suas oportunidades. É preciso se sentir pelo menos um pouco desconfortável se quiser se tornar rico um dia. No meio do caminho você pode até falhar e está tudo bem, pois se você não cometer nenhum erro, provavelmente não está fazendo o suficiente para se tornar rico.

2 – Enquanto a Classe Média, Geralmente, Vive Acima das Suas Possibilidades, os Ricos Vivem Abaixo

Não há maior dignidade e tamanha liberdade do que viver dentro de suas possibilidades. Dificilmente você irá encontrar um milionário mediano, em um carro de R$ 500 mil ou morando em uma casa de vários milhões de reais. Os ricos não gastam seu dinheiro em passivos que se depreciam. Eles gastam em ativos que geram renda e procuram viver sempre abaixo das suas possibilidades.

Saiba que eles não se exibem. Não veem problema em dirigir carros com alguns anos de uso e que não foram comprados 0 Km. Estes são dados de estudos feitos no livro “The Millionaire Next Door”, em português, “O Milionário Mora ao Lado”, de Thomas J. Stanley e William D. Danko.

Mesmo que eles possam comprar uma Ferrari zero quilômetro, saiba que eles, normalmente, não vão fazer isso. Lembre-se que, mesmo que você ganhe R$ 1 milhão por ano, se gastar mais do que isso para viver, estará em uma situação pior de quem ganha, por exemplo, R$ 60 mil por ano e gasta R$ 50 mil.

3 – A Classe Média Busca Por um Emprego, Já o Rico Quer Ser o Dono da Empresa

“As pessoas mais ricas do mundo procuram construir relacionamentos, enquanto todas as outras procuram por emprego”, afirma o investidor Robert Kiyosaki.

A classe média tende a trabalhar para outra pessoa. Eles têm um trabalho e uma carreira. Já os ricos tendem a trabalhar por conta própria. Eles não têm um emprego, eles são donos do emprego, donos da empresa em que a classe média está ocupada procurando emprego.

Os ricos entendem que precisam de mais pessoas trabalhando para eles para ganhar mais dinheiro.

4 – A Classe Média é Amiga de Todo Mundo, o Rico Seleciona Sabiamente Suas Amizades

Tenha por perto pessoas melhores que você, que tenham comportamentos melhores que os seus. A tendência é você migrar naquela direção. Quem disse isso foi Warren Buffett, o maior investidor de todos os tempos.

Os ricos entendem que quando você se cerca de pessoas de sucesso, o sucesso virá. Da mesma forma que se você se cercar de pessoas mal sucedidas, você tende a ter o mesmo efeito.

A sua renda, geralmente, reflete a média dos rendimentos dos seus três amigos mais próximos. Por tanto, se você quiser ganhar mais, se relacione com pessoas que ganham mais. Esta é uma forma de alinhar a sua mentalidade financeira com a de pessoas bem sucedidas. Para construir riqueza um dia, é preciso mudar esses comportamentos que te impedem de ser rico.

5 – Enquanto a Classe Média Trabalha Para Ganhar Dinheiro, o Rico Trabalha Para Aprender

“Enquanto você for jovem, trabalhe para aprender, não para ganhar dinheiro”. (Robert Kiyosaki) A classe média é facilmente convencida a mudar de emprego quando alguém oferece mais dinheiro. Por sua vez, os ricos entendem que o mais importante em um trabalho não é o dinheiro, especialmente nos primeiros anos.

Trata-se de desenvolver as habilidades e características que você precisa para se tornar um milionário. Isso significa, por exemplo, trabalhar como vendedor para entender melhor como funciona o mundo das vendas ou trabalhar em um banco para entender melhor de contabilidade.

Para se tornar rico, trabalhe para aprender as habilidades que você precisará para alcançar esse objetivo. A maioria das pessoas ricas não chegou lá somente por ganhar um alto salário.

6 – A Classe Média Tem Coisas, os Ricos Têm Dinheiro

“As pessoas gastam o dinheiro que não tem, para comprar coisas que eles não precisam, para impressionar as pessoas que não gostam”. (Will Rogers) Essa frase reflete uma realidade cada vez mais frequente.

Procure andar por um bairro de classe média e veja a quantidade de carros novos, paisagismo caro, casas enormes, pessoas com roupas e acessórios de marca. É nisso que grande parte da classe média gasta seu dinheiro.

Já os ricos entendem que para se tornarem mais ricos é preciso querer o dinheiro mais do que as coisas. Caso você continue comprando coisas, o seu dinheiro vai continuar na mão dos outros, ou seja, provavelmente na mão das pessoas ricas.

Veja, por exemplo, o Warren Buffett. O megainvestidor é uma das dez pessoas mais ricas do mundo e ainda vive na mesma casa, que comprou em 1958 e pagou US$ 31 mil.

Então, para ser rico, pare de comprar coisas e se concentre em poupar e investir o dinheiro que você ganha. Se você é um gastador compulsivo, pare com isso agora mesmo e comece a comprar ativos que gerem renda. Procure comprar ações ao invés de sapatos e eletrônicos, por exemplo.

7 – A Classe Média Foca em Economizar, os Ricos em Ganhar Mais Dinheiro

Tem algo ainda mais importante do que economizar e investir seu dinheiro, é ganhar mais dinheiro. É claro que é preciso poupar e investir, mas para realmente alcançar seus maiores sonhos você precisa ganhar mais.

Os ricos entendem isso e trabalham para encontrar novas formas de ganhar dinheiro com os recursos que eles já possuem. Benjamin Franklin disse: “Se você quiser ser rico, pense em poupar, assim como ganhar mais dinheiro”.

O seu grande ativo é sua habilidade em ganhar dinheiro. O seu recurso mais valioso é o seu tempo.

8 – A Classe Média Age de Forma Emocional em Relação ao Dinheiro, os Ricos Agem de Forma Lógica

“Só quando você combina intelecto com disciplina emocional você tem um comportamento racional”. (Warren Buffett) Steve Siebold, o autor do livro “How Rich People Think” entrevistou mais de 1.200 das pessoas mais ricas do mundo ao longo dos últimos 30 anos.

Ele descobriu que existem mais de 100 diferenças na forma como as pessoas ricas olham para o dinheiro em comparação com a classe média. Uma das principais diferenças que encontrou foi que a classe média vê o dinheiro através dos olhos de emoção, os ricos através dos olhos da lógica e da razão. Tomar decisões financeiras levadas pelas emoções vai arruinar suas finanças.

O megainvestidor Warren Buffett explica que o investimento tem muito mais a ver com o controle de suas emoções do que com o que fazer com o dinheiro. As emoções levam as pessoas a comprarem ações na alta e vender a baixa, exatamente o contrário do que deveriam fazer. Na hora de lidar com o seu dinheiro, deixa as emoções de fora e utilize a razão.

9 – A Classe Média Subestima o Seu Potencial, os Ricos Estão Sempre em Busca de Grandes Objetivos

Tem uma frase de Bo Jackson que exemplifica bem esse conceito: “Defina metas ambiciosas e não desista até atingi-las”. A capacidade de definir e atingir os objetivos é o que difere a classe média das pessoas ricas.

Enquanto a classe média define metas seguras que são facilmente atingidas, os ricos são sempre mais audaciosos. Eles estabelecem metas que parecem impossíveis, mas que sabem que são realizáveis de alguma forma. É tudo uma questão de ter a mentalidade rica.

Quando você estiver definindo seus objetivos, pergunte-se se eles poderiam ser maiores. Pergunte a si mesmo se isso é realmente tudo o que você pode fazer ou se você pode fazer mais. Eu acredito que você, realmente, pode fazer mais.

10 – A Classe Média Acredita no Trabalho Duro, os Ricos, na Terceirização do Trabalho

George Soros afirma: “É muito mais fácil dar um melhor uso para os recursos existentes do que desenvolver recursos onde eles não existem”. O trabalho duro é uma necessidade para todo mundo. Saiba que, se você quer chegar ao topo, independente do que isso significa para você, terá que trabalhar duro.

O problema é que o trabalho duro, por si só, raramente vai fazer você alcançar a abundância financeira.

Não dá para se tornar muito rico fazendo tudo sozinho. Será preciso terceirizar os trabalhos menos importantes. Só assim você terá tempo para se dedicar às coisas que realmente importam no seu negócio.

Enfim, pense como rico

Algumas diferenças entre a classe média e os ricos são enormes, enquanto outras podem parecer simples.

Porém, se você quer realmente se tornar rico precisa pensar como os ricos e fazer as coisas que os ricos fazem.

Você está, de fato, preparado para pensar e agir assim?

Recomendados para Você
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*