Caixa Diminui Juros de Linhas de Crédito, Cartão e Cheque Especial

No final de julho de 2019, a Caixa Econômica Federal anunciou cortes nas taxas de juros das principais linhas de crédito da instituição.

À partir de agosto, a mudança ocorrerá tanto para empresas como para famílias…

Outra coisa foi anunciada: a partir do dia 19 de agosto, a instituição financeira oferecerá um novo pacote de produtos chamado “Caixa Sim”.

Esse novo produto disponibiliza taxas mais atrativas para os clientes, agradando todos que utilizam a Caixa Econômica Federal.

“Somos o banco mais solvente do mercado. Nenhum outro banco tem 20% de Índice de Basileia”, afirmou o presidente do banco, Pedro Guimarães. “Isso nos permite tomar essa medida.” As reduções de taxas são permanentes, completou.

Saiba como solicitar o Cartão de Crédito da Caixa aqui.

E no Cheque Especial?

Para pessoas físicas, a redução no cheque especial é de 26% nos juros! Muito bom, não é mesmo?

Assim, a taxa máxima sai de 13,45% ao mês para 9,99% ao mês.

Já para pessoas jurídicas, a redução no cheque especial é de 33%! Isso faz com que caia de 14,95% ao mês, para também 9,99% ao mês.

Pacote Caixa Sim

No novo pacote disponibilizado pela Caixa Econômica Federal, “Caixa Sim”, as taxas de juros serão ainda menores!

No caso do cheque especial para famílias e pessoas físicas, a redução na taxa alcançará 33%, para 8,99% ao mês.

Já para pessoas jurídicas (ou empresas), a redução nessa linha será de 40%, também para 8,99% ao mês.

No crédito pessoal, terá uma redução de até 21% nas taxas cobradas.

Como Funciona Atualmente?

Hoje o piso cobrado é de 4,99% ao mês, e passará, à partir do dia 19 de agosto, a ser de 2,29% ao mês.

Aqui, vale lembrar que as taxas variam de acordo com o perfil do cliente que está solicitando.

E o Cartão de Crédito?

Além disso, a Caixa Econômica Federal também disse sobre a isenção da anuidade no cartão de crédito para pessoas físicas. 

“A isenção de anuidade é importante em um momento de grande competição no mercado bancário, inclusive com a liberação de recursos do FGTS”, completou Pedro Guimarães.

Para pessoa jurídica, terá uma diminuição de 11% nas taxas de capital de giro nas operações com aval de sócios (a partir de 1,69% ao mês) e de 13% nas de capital de giro com aval de sócios mais imóvel ou aplicação financeira (a partir de 0,99% ao mês ou 0,95% ao mês, respectivamente).

Caso queira antecipar recebíveis com cartão de crédito, o valor cobrado será de 1,85%, lembrando que não terá anuidade no primeiro ano do cartão de crédito para pessoas jurídicas.

Já o corte nos juros da instituição financeira  para pessoas físicas e jurídicas tem como foco, principalmente, linhas como crédito pessoal e capital de giro. 

A ideia teria iniciado de uma orientação interna da Caixa Econômica Federal e busca se antecipar de uma retomada mais aquecida na demanda por crédito no segundo semestre de 2019.

E aí, é cliente da Caixa Econômica Federal? Gostou dessa notícia?

Saiba também tudo sobre o Empréstimo Pessoal da Caixa Econômica Federal e solicite já o seu.

 

Publicado por: