25 Profissões Que Estão Morrendo

John Pugliano, autor de “Os Robôs Estão Chegando: Um Guia de Sobrevivência de um Ser Humano para Lucrar na Era da Automação”, analisa que várias profissões podem ser extinguidas e estão sob ameaça no Estados Unidos.
E é bom ficarmos atentos pois essas profissões podem fazer parte da nossa realidade…

“No fundo, qualquer trabalho de rotina que possa ser facilmente definido por uma equação matemática ou lógica estará em risco”, disse Pugliano.
“Oportunidade será para aqueles que podem criar novos produtos, serviços ou resolver e corrigir problemas inesperados”.

Talvez seu contador pode não estar empregado em um futuro próximo, pode ser que cirurgiões plásticos e os médicos se deem bem lá na frente nas salas de emergência.
E os encanadores, provavelmente sempre terão trabalho. Pugliano e outros especialistas descrevem profissões para serem evitadas, mas não porque podem desaparecer, mas porque o mercado de trabalho vai exigir uma evolução dessas profissões. Então é melhor ficar antenado nas profissões que podem lhe render mais segurança nessa área.

Os valores medianos disponíveis de pagamento vêm do Bureau of Labor Statistics (BLS).
Quer mudar de curso? Conheça novos cursos para fazer online sem sair de casa.

Agentes de Viagens

Média Salarial: R$ 36.990 por ano.
De acordo com os sites de reservas de viagens on-line, seus agentes podem ficar sem empregos.
O Bureau of Labor Statistics faz a projeção de queda no número de agentes em torno de 12% para a próxima década.
Mas ainda há esperança.

De acordo com a Skift , uma fornecedora global de inteligência da indústria de viagens, esses agentes podem agregar ao setor com sua vasta experiência e vivência.
Ainda temos mais uma opção, que é uma carreira em crescimento no EUA, o Occupational Outlook Handbook, que prevê um aumento na procura de especialistas em destinos bem peculiares e específicos para que a viagem seja bem planejada e proveitosa.
Isso vale o conhecimento e experiência.

Corretores Hipotecários

Média Salarial: R$ 55.000 a 85.000 por ano.
O número de profissionais dessa profissão caiu cerca de 80% durante a Grande Recessão, e para os remanescentes que lutaram por seus empregos até o final, tiveram redução de 30% em seus proventos.
E o baque ainda não está recuperado…
Graças às cotações online realizadas em minutos, a profissão respira por aparelhos, mais ainda na luta.

Os Millennials, os compradores caseiros do futuro, fazem tudo que precisam via internet, e as previsões não são das mais animadoras.
“No entanto, muitas das habilidades numéricas e financeiras possuídas por pessoas que poderiam ser atraídas para essa profissão poderiam ser utilizadas em outros setores da indústria de serviços financeiros”, disse Wiedman.
“Então, ganhando diferentes credenciais profissionais, essas pessoas não morrerão de fome.”
O BLS não rastreia corretores de hipotecas e não tem projeções para o futuro da profissão.

Contador

Média Salarial: R$ 39.240 por ano.
A evolução dos serviços contábeis ajudaram no aceleramento dos processos, mas também contribuíram para o declínio das vagas para os contadores.
Com a tecnologia em constante aperfeiçoamento, o trabalho de contabilidade pode ter o fim bem próximo e ser erradicado em poucos anos.

Advogado

Média Salarial: R$ 119.250 por ano.
Sempre teremos advogados, com várias ressalvas, muitas de seus serviços serão feitos com apenas alguns cliques.
A evolução é evidente e não demora muito para sejam desenvolvidos algoritmos fazer os serviços que demoravam dias em apenas alguns minutos.
Melhor é procurar algo mais voltado para emoções que situações rotineiras.
O BLS tem um ponto de vista diferente sobre os advogados, projetando um aumento geral de 8% nos postos de trabalho até 2026.

Radiodifusores

Média Salarial: R$40.910 por ano.
Um em cada 10 dos 33.202 anunciantes de rádio e televisão do país espera que seus empregos desaparecem até 2026.
A tecnologia está aí para acabar com os serviços que com essa demanda.
A praticidade dos serviços de streaming vai ajudar a acabar com os disc jockey local em tempo de drive.
O BLS projeta um declínio de 9% na categoria de repórteres, correspondentes e analistas de notícias de radiodifusão, com cerca de 4.500 empregos totais indo embora.

Gerentes Intermediários

Média Salarial: R$62.913 por ano.
A evolução dos softwares, inovação de processos, irão ajudar a acabar com essa categoria em pouco tempo.
Os esforços devem se concentrar em funções que geram receita, como relacionamento com clientes, vendas ou desenvolvimento de novos produtos.
Pois essa função não será muito bem aceita quando esses bots forem implantados dentro das empresas.
O BLS não acompanha os gerentes médios como uma categoria de emprego e, portanto, não tem projeções.

Caixa de Casino

Média Salarial: R$22.300 por ano.
Apesar da legalização dos jogos, os caixas não estão acompanhando essa evolução.
A tecnologia chegou nos cassinos que estão se preocupando com em adquirir máquinas automatizadas e assim reduzir o custo com o pessoal, preocupante né?
No geral, o BLS projeta um aumento de 2% até 2026 na categoria de trabalhadores de serviços de jogos, o que é mais lento que a média para todas as ocupações.

Suporte de TI

Média Salarial: R$81.100 por ano.
A tecnologia da informação também sofrerá com a tecnologia.
Com a nuvem, esse profissional parece estar com os dias contados.
A mudança começa com a redução de custos das empresas menores, pois é bem mais prático e mais em saudável para o financeiro da empresa.

“A boa notícia é que está criando a oportunidade para programadores, freelancers e administradores de sistemas dispostos a dinamizar o gerenciamento de seus servidores clientes remotamente e de forma lucrativa, e em maior escala”, disse Fiorentino.

O BLS assume a categoria: “O emprego de administradores de sistemas de rede e de computadores deve crescer 6% de 2016 a 2026, tão rápido quanto a média de todas as ocupações”.

Planejadores Financeiros

Média Salarial: R$90.640 por ano.
Software e planejamento com algoritmos não parecem tão distantes de serem disponibilizadas, principalmente para o mercado financeiro.
Apesar de ser um assunto delicado e importante para a empresa, é uma função que não demora se extinguir.

Designers Florais

Média Salarial: R$26.350 por ano.

O solicitações para arranjos de flores caiu 25,6 por cento entre 2005 e 2015 e a previsão é de declínio em 16,6 por cento entre 2015 e 2025.
A culpa é da tecnologia que insiste em tomar o lugar da mão de obra humana.
Mas não pense que a culpa é totalmente da internet…
O realocamento de profissões se dá a junção de habilidades de design visual usadas pelos designers florais, que podem ser facilmente transferíveis para as profissões mais bem pagas de design de interiores o que seria mais uma função.
Não sei se os design de interiores irão curtir…

Trabalhadores Postais

Média Salarial: R$57.260 por ano.
O Bureau of Labor Statistics prevê que o número de trabalhadores dos correios, incluindo carteiros e balconistas, cairá 28% até 2026.
A automatização dos processos vem assombrando os profissionais da área de Serviço postal dos estados unidos.

De acordo com o Occupational Outlook Handbook, “Sistemas automatizados de classificação, caixas de correio de cluster e orçamentos apertados afetarão negativamente o emprego”.
O serviço postal fez a entrega de 149 bilhões de correspondências no ano passado dos EUA, inferior ao número de 212 bilhões da década anterior.
E a Amazon provavelmente não irá salvar o serviço Postal dos EUA, ela está se preparando e construindo sua própria rede de drivers de entrega.
Isso é para reduzir seus custos e otimizar a disponibilidade de entrega no mesmo dia para competir em escala de igualdade com seus concorrentes.

Fotógrafo

Média Salarial: R$32.870 por ano.
Fotografia, quão belas imagens que profissionais proporcionam para eternizar um momento especial…
Mas a era digital dificulta qualquer procura de emprego por profissionais atuam com filmes.
Há mais ou menos 23 mil profissionais especializados nessa área que restam nos EUA, de acordo com o Bureau of Labor Statistics.

A diminuição é fica a de 16,6% até 2026!
Mas não é o fim do mundo, até por que a demanda por fotografos profissionais está cada vez maior.
Espera-se que essa profissão tenha um aumento de 12% até 2026.
Operadores de Painéis Telefônicos
Sim, inacreditável, mas tem pessoas que tem ainda essa profissão e ainda trabalham como operadoras, mas seus números vem em derradeira caída.
Até 2020, o número ainda alto de pessoas nessa área, será apenas de 109.300 operadores de centrais telefônicas.
Mensagens de texto, correio de voz e outros sistemas aprimorados por inteligência artificial estão tornando esse trabalho antiquado e obsoleto, bem mais rápido que o previsto.

Agricultores e Pecuaristas

Agora uma situação que é preocupante, inclusive para o nosso Brasil.
Os trabalhadores agrícolas terão seu número reduzidos para 8% em relação aos níveis no mesmo período de 2010 até 2020.
A eficiência que os maquinários estão levando ao campo faz com que a produção aumente reduzindo o custo e o tempo de produção.

Uma maravilha pra quem é proprietário, mas desesperador pra quem é funcionário e depende da renda para sustentar a família.
Mas mesmo com a tecnologia chegando ao campo, como a população mundial crescerá podendo chegar a 2,3 bilhões de pessoas até 2050, isso de acordo com as Nações Unidas, a agricultura continuará sendo uma profissão difundida e necessária.

Cozinheiro de Fast Food

A promessa da tecnologia é que ela tornará os empregos mal remunerados obsoletos.
E nada é mais simbólico da parte inferior da cadeia alimentar de emprego do que o cozinheiro de fast food, que é um dos poucos trabalhos em nossa lista que exigem menos do que um diploma do ensino médio.

O BLS diz que haverá cerca de 511.400 cozinheiros de fast food trabalhando nos EUA em 2020, uma queda de 3,6% em relação a 2010.
Isso está acontecendo pois fast food está se tornando cada vez mais uma indústria automatizada.
As empresas acharam mais barato preparar comida fora do local e simplesmente fazer com que os funcionários a requeressem em suas lojas.
Isso era impensável na maioria das empresas de fast food até uma década atrás, mas a tecnologia de alimentos avançou ao ponto em que a versão com micro-ondas não carece do sabor da versão cozida no local.

Repórter de Jornal

Média Salarial: R$40.910 por ano.
Dado que a circulação vem caindo há 17 anos seguidos e a circulação dominical dos jornais do país está em seus níveis mais baixos desde 1945 – quando havia significativamente menos pessoas – e não é de admirar que as pessoas que enchem o jornal de notícias estejam perdendo seus empregos.
Quase um em cada dez repórteres vão perder o emprego nos próximos 10 anos, de acordo com o BLS.

Joalheiro

Média Salarial: R$37.960 por ano.
Com cada vez mais jóias sendo produzidas no exterior, há cada vez menos joalheiros trabalhando nos EUA.
O BLS projeta um declínio de 11% no número de joalheiros até 2024.

Um relatório de 2014 da McKinsey & Company diz sobre a indústria de jóias:
“Mudanças importantes estão em andamento, tanto no comportamento do consumidor quanto na própria indústria.
Os joalheiros não podem simplesmente fazer negócios como de costume e esperar prosperar.
Eles devem estar alertas e atentos a tendências e desenvolvimentos importantes, ou correr o risco de serem deixados para trás por concorrentes mais ágeis ”.

Trabalhadores de Máquinas Têxteis

Média Salarial: R$22.440 por ano.
Outro trabalho que requer educação mínima, o trabalho de máquina pouco qualificado é cada vez mais feito no exterior.
O declínio afeta os setters, operadores e licitantes de máquinas têxteis de tricô e tecelagem.

Mas os trabalhadores que têm habilidades um pouco mais especializadas, como fabricantes qualificados, estão vendo um pequeno aumento no número de oportunidades disponíveis para eles.
Uma opção ainda melhor?
Treine para ser um maquinista.
O número de pessoas que usam tornos, fresadoras e trituradores para produzir parafusos e outras peças deve aumentar o número de trabalhos disponíveis em 12,9% até 2026.
O BLS projeta um declínio de 7 por cento nos postos de trabalho na categoria de prensas, têxteis, vestuário e materiais relacionados.

Finalizador de Móveis

Média Salarial: R$31.300 por ano.
Estes artesãos moldam, acabam e refinam móveis danificados e desgastados.
Mas com os preços dos móveis declinando constantemente, agora é mais barato substituir do que consertar uma cadeira ou mesa quebrada.

Os finalizadores de móveis que trabalham na produção – a fabricação de móveis novos – não estão em melhor situação quando o processo se torna automatizado, movido para o exterior ou para ambos.
O BLS projeta que o número de finalizadores de móveis cairá 0,7 por cento, para 20.113 em 2026.

Vendedores Ambulantes

Média Salarial: R$23.810 por ano.
É realmente a morte do vendedor: cerca de um em cada cinco desses trabalhos terá desaparecido até 2026, de acordo com o BLS.
A publicidade online direcionada é muito mais eficiente do que ter alguém corajoso com os elementos, cães super-protetores e clientes que simplesmente não estão interessados.
Há, no entanto, muitas oportunidades para os vendedores.
Os agentes de vendas de seguros, em média, ganham quase o dobro do que os vendedores de porta em porta ganham, e seu número está crescendo: o número de pessoas trabalhando no campo expandirá em 10,6%, para 651.215 em 2026, segundo o BLS.

Gráficas e Copiadoras

Média Salarial: R$32.040 por ano.
Enquanto espera-se que este emprego diminua a um ritmo mais lento na próxima década do que na década passada, ainda não é um bom momento para estar no negócio de impressão.

Os mais atingidos na indústria são as pessoas que ligam e finalizam livros, graças ao aumento da automação e à diminuição da demanda.
Até 2026, o número de pessoas trabalhando em encadernação e acabamento cairá 10,6%, de acordo com o BLS.

Detetive

Média Salarial: R$62.960 por ano.
A tecnologia também atua na segurança de todos os cidadãos.
As câmeras de vigilância, spyware e bancos de dados de DNA facilitam a resolução de crimes.

A facilidade em cruzar dados, buscar informações auxiliam na resolução de crimes e ajudam na melhoria e eficácia nessa área.
Não significa que irá acabar com a profissão detetive ou investigadores, e sim uma mudança forçada e uma evolução da profissão.
Pugliano prevê que o trabalho policial no futuro se concentrará mais na reabilitação criminal e na redução da reincidência, e menos na resolução de crimes.

Arquiteto de Rotina

Média Salarial: R$78.470 por ano.
A profissão de arquiteto requer vários anos para de estudos, em torno de cinco ou seis anos de faculdade, fora a obrigatoriedade do estágio.

“Tudo isso para ganhar muito menos do que o público assume e fornecer um serviço que não é exclusivo ou em demanda”, disse Molinelli.
Os engenheiros podem praticamente as mesmas atividades, ou até mesmo com a internet e a velocidade com as informações variam, fica mais fácil achar fóruns que te ajudam nesse sentido.
O BLS prevê um aumento de 4 por cento em empregos para arquitetos, que é um ritmo de crescimento mais lento que o normal.

Talvez até os médicos?

Média Salarial: R$208.000 por ano.
O clínico geral, que atende exames rotineiros, com diagnósticos simples, para coisas como infecções na garganta e no ouvido serão substituídos por testes caseiros baratos.
Claro que ainda a Inteligência Artificial não irá substituir os médicos, (por enquanto), mas um futuro distante estaremos sendo atendidos por robôs, mas enquanto isso precisaremos dessa profissão tão importante para todos.

E aí, seu emprego está em risco? Já está pensando em mudar antes que seja tarde?
Procure novas vagas de empregos em outras áreas e mude o seu futuro profissional.

Publicado por: