Parcelar o Cartão de Crédito: 5 Verdades Que Você Não Sabia

Você tem cartão de crédito? Cuidado, você pode estar em uma fria

  • Por: Equipe | 28/06/2019 - 18h00

Não há mais sentido em ficar carregando dinheiro, enfrentar filas para sacar dinheiro ou correr riscos desnecessários. A comodidade do cartão de crédito em relação ao uso do papel moeda é clara e indiscutível. É uma tecnologia que veio para ficar enquanto o papel moeda morre lentamente. Com o cartão de crédito sendo um porta de acesso seguro e direto a sua conta bancária, a vida ficou muito mais fácil.

Se toda compra tivéssemos que antes, ir ao banco sacar dinheiro, aposto que compraríamos muito menos e seria péssimo para o comércio, mercado e indústria.
O cartão de crédito facilitou tanto as compras por impulso que as vezes pessoas compram até mesmo sem ter dinheiro disponível.
Mas nem tudo são maravilhas, o cartão também trouxe sérios problemas.

Preço

O comerciante que recebe vendas por cartão de crédito, pode demorar até 30 dias para receber e ainda ser cobrado uma taxa percentual sobre o valor da venda. Como o comerciante demora para receber e ainda tem que pagar a taxa em cima do valor, então é você, cliente, que pagará por isso. Os juros, atrasos de pagamento e taxas são normalmente incluídos no preço final do produto para que o vendedor tenha maior segurança.
Dica: É por isso que você pagando a vista, em dinheiro, pode conseguir descontos assustadores de até 10%.

Pagar o mínimo

A regra é clara. Pague o máximo possível da fatura, sempre. Fuja do pagamento mínimo pois este muitas vezes não diminui sua dívida, são somente os juros para você não entrar em uma bola de neve. Pague seu cartão o mais rápido possível. Simplesmente porque o juros do cartão de crédito é o mais alto do mercado.  Até mesmo pedir um empréstimo pessoal para pagar o cartão é melhor do que ficar pagando juros.

Evite acumular parcelamentos

Para quem costuma parcelar a perder de vista, sabe muito bem como é sensação de pagar uma fatura de algo que nem se lembra. Além de pagar por algo que ficou no passado, você ainda compromete sua renda do futuro, o que é péssimo para o controle financeiro. Se nós, brasileiros, tivéssemos o hábito de comprar as coisas a vista, teríamos maior controle sobre nosso dinheiro e teríamos melhores preços.

Uma dívida por outra

O juros de empréstimos e financiamentos são uma fração do que você pagaria em cheque especial ou crédito rotativo com juros assombrosos de mais de 400%. Se você está pagando juros do seu cartão, sugiro fortemente que você peça dinheiro de outra fonte para conseguir juros melhores e poder quitar sua dívida.

Pague tudo

Já pensou em pegar seu 13° salário, férias, acerto ou qualquer outro dinheiro extra para pagar todas as suas dívidas? É um sacrifício? Claro! Mas é melhor você fazer esforço em um mês, uma vez, do que ficar anos para se livrar de uma dívida que poderia ter se livrado a muito tempo.

Agora que você já entendeu mais sobre cartões de crédito, que tal aprender a planejar o futuro?

Recomendados
Sem Comentários