Para sustentar os negócios ou expandir nossos investimentos, geralmente recorremos ao empréstimo, não é mesmo? Através dele podemos tirar nossos projetos do papel e superar momentos de dificuldade.
Só quem já tentou solicitar um empréstimo no banco sabe o que é ter dor de cabeça para cumprir todas as exigências e conseguir o crédito que precisa, além do mais, hoje em dia está cada vez mais difícil conseguir avalistas.
Essas questões te desmotivam, fique tranquilo, separamos cinco dicas para te ajudar a alcançar seus objetivos com a empresa através da linha certa de crédito, e de forma planejada, vamos lá?

1 – Identifique a necessidade de crédito

É importante começar a pensar na seguinte pergunta: “Pra que eu preciso de dinheiro”? Experimente colocar no papel todas as suas necessidades urgentes e especificar a quantia que precisa para supri-las.
Você quer comprar equipamentos para a empresa? Aumentar a estrutura física? Pagar dívidas?
Para cada necessidade, existe um caminho diferente, por exemplo, caso queira investir em matéria prima e melhoria dos equipamentos, o ideal seria financiar os mesmos sem prejudicar o capital de giro da empresa, solicitando financiamento para investimentos fixos, que oferece limites e prazos de pagamento maiores, com garantias facilitadas.

Uma das coisas que você deve ter em mente é que para expandir os negócios, os empresários devem acessar linhas de crédito específicas, para necessidades específicas. De acordo com o portal do SEBRAE, “sempre existirá uma linha de empréstimo que combine com a sua necessidade e possibilidade de pagamento.”

2 – Pesquise e Escolha a Instituição Financeira

Agora que você já sabe a real necessidade do seu empréstimo, fica mais fácil procurar uma instituição financeira.
É recomendável que inicie sua pesquisa no banco onde você já é cliente; diga a sua necessidade e avalie as condições oferecidas.  Se você tiver um bom histórico de relacionamento com esta instituição, pode se beneficiar com várias facilidades.
A nossa dica é: Não aceite a primeira proposta!

Procure em outras instituições a linha de crédito que deseja e, se possível, cite a primeira proposta que recebeu para ver se eles fazem uma contra proposta.
É como um jogo de negociação, e no final, sempre volte para seu banco mostrando suas possibilidades e diga que se eles te oferecerem mais benefícios, a sua prioridade é com eles, baseado em seu amplo relacionamento.

Caso eles não cubram a melhor proposta, escolha outra instituição.
Uma coisa importante: a taxa de juros que o banco cobra em cima do valor emprestado não é o único custo que você terá ao pedir dinheiro, os bancos também cobram taxas administrativas, por isso você deve comparar todos os valores.
Essa pesquisa é valiosa!
Dela dependem as suas condições de custos, prazos e limites, por isso, não tenha preguiça e não deixe de fazê-la.

3 – Analise Os Fatores de Restrição

Você vai solicitar crédito para sua empresa, mas saiba que provavelmente seu cadastro de pessoa física (CPF) será analisado também.  Por isso antes de solicitar o empréstimo, garanta que suas finanças pessoais estão em dia e que seu nome não consta no SPC (serviço e proteção ao crédito) ou Serasa.
Cada instituição tem suas exigências, e como você fez uma pesquisa minuciosa das instituições, já sabe quais que você precisa cumprir, correto?

Então verifique se você atende a todas elas e se os documentos da sua empresa estão corretos, como: Balanço Patrimonial, DRE (demonstrativo do resultado do exercício), balancete analítico, certidão negativa de débitos e contrato social.
Lembrando que tudo depende do seu relacionamento com o banco, e a necessidade de demonstrar todos esses documentos e ter um avalista ou mais varia de banco para banco.

4 – Elabore Um Plano de Negócio

Depois de escolher o melhor banco para atender suas necessidades, prepare-se para impressioná-lo e convencê-lo de que seu projeto é viável e você terá a capacidade e pagar todas as parcelas.

O banco quer correr o mínimo de risco possível com este empréstimo, por isso, é fundamental elaborar um estudo com a análise do mercado, produto, operação e finanças, detalhando como o dinheiro será aplicado, demonstrando a viabilidade do seu plano de negócios e suas capacidade de pagamento.
Fazendo isso, você vai provar que é um empresário correto e que sabe o que está fazendo.

5 – Efetue o pedido de financiamento

Por fim, reúna a documentação exigida pelo banco, seu plano de negócios, e entregue para a instituição escolhida, depois disso, aguarde a análise da instituição financeira e espere a confirmação do empréstimo.
Se você tiver escolhido o banco no qual você já tem relacionamento, provavelmente o mesmo irá disponibilizar empréstimos que podem ser contraídos pelo próprio site e saem mais rápido. No mais, você deve aguardar até receber a resposta.

Se você já conseguiu um empréstimo e deseja a extensão do seu pagamento, veja nesse artigo como você pode conseguir isso.

Quer entender mais sobre alienação fiduciária e duplicatas? Nós te ajudamos a alcançar o seu sucesso!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*