O mundo inteiro está em uma fase delicada por conta da pandemia do coronavírus. Por isso, é preciso ter cuidados perante a ameaça que estamos vivendo. Muitos países estão com dificuldades, a preocupação é tanta que sair de casa praticamente já não é mais uma opção. Mas como se proteger de um vírus que é transmitido até mesmo pelo ar?

Europa, Estados Unidos e Austrália, estão dentre os países que tomaram as medidas mais drásticas. Na Itália por exemplo, a população foi proibida de sair de casa para evitar a propagação do vírus. Cidadãos que precisam ir ao supermercado, possuem a obrigação de sair utilizando a  máscara de proteção e manter a distância obrigatória de 1 metro diante de cada pessoa, além de fazerem as compras um por vez. 

Diante desse cenário, você deve estar se perguntando, por que no Brasil eu ainda posso sair na rua, sem que nenhuma autoridade esteja se preocupando com isso? Para começar a explicação é bem simples, muitos cidadãos ainda não possuem o conhecimento de como o coronavírus pode impactar em nosso país. Porém precisamos ter a consciência e aceitar a mudança de hábitos.

A  primeira delas é se proteger para que assim possamos proteger o outro. Manter a higiene pessoal é importante, sempre fazer a limpeza das mãos quando sair de casa e evitar o contato com objetos que são de manuseio de diversas pessoas. O uso do álcool em gel também é indispensável. Evitar também, um contato físico como; cumprimento de mãos, abraços e beijos, não compartilhe seus objetos pessoas com outras pessoas.  

Chegamos a conclusão que também precisamos evitar as ruas e optar por ficar em casa. Porém, existem cidadãos que dependem de transporte público e precisam trabalhar, por isso, sugerimos que os mesmos avaliem a possibilidade de trabalhar home office. 

Já os que utilizam o transporte público, possuem grandes chances de entrar em contato com o vírus. O metrô e o ônibus, possui uma aglomeração de pessoas que pode ser prejudicial e aumentar a proliferação do coronavírus. Por isso é recomendado que todos fiquem em casa.

Contando que todos fiquem em casa, o que precisam saber para economizar nas despesas? 

Com a maiorias das famílias em casa por um tempo maior, teoricamente os gastos iriam aumentar, principalmente contas de água, luz e produtos de higiene pessoal. Para economizarmos energia, sugerimos que durante o dia, mantenha-se as lâmpadas desligadas e a noite utilize só quando for necessário. Deixar as televisões ligadas enquanto conversam ou mexem no celular, também é um hábito que precisa ser melhorado para uma melhor economia na energia.

Para economizar água, é primordial que se tenha um tempo mínimo no chuveiro e feche-o sempre quando for ensaboar e lavar os cabelos. Na hora de escovar os dentes, nunca deixar as torneiras ligadas e o mesmo vale para lavar as louças, só abrir a torneira na hora de enxaguar. 

A economia de produtos para higiene pessoal não será diferente. É preciso ter consciência e entender que existem produtos que duram mais de um mês, como exemplo uma pasta de dente. É fundamental colocar a quantidade certa na escova e se usado da forma correta, não é preciso de reposição tão cedo.

O famoso papel higiênico traz uma polêmica grande, pois muitas pessoas utilizam uma quantidade excessiva. Porém se usado da forma correta, um pacote do mesmo tem a durabilidade para um mês. 

A primeira dica é a utilização de lenços umedecidos, pois com uma folha consegue ter uma limpeza adequada, tanto para mulheres quanto para os homens. Na hora de utilizar o banheiro, é recomendado o manuseio do chuveirinho para economizar mais papel higiênico.

Estoque de comida, é necessário?

Muito alarde está sendo realizado em todo país e muitas pessoas estão comprando mais do que o necessário por receio. Precisamos se preparar para uma escassez de alguns produtos, porém é importante saber utilizá-los com sabedoria, pois o que está acontecendo é exatamente o contrário, muitos brasileiros estão correndo para garantir que não faltará nada em sua residência durante a pandemia do coronavírus. 

Separamos algumas dicas para auxiliá-los na economia de alimentos:

  • Não compre mais do que o necessário, pois uma compra excessiva gera desperdício;
  • Congele alimentos. Muitos podem ter sua vida útil prolongada;
  • Ordene seus mantimentos por data de validade. É comum acharmos algo escondido no fundo da gaveta e quando vamos olhar, está com a data de validade vencida;
  • Reutilize refeições e produtos. Isso pode ser feito com vegetais como exemplo, aproveite todo o talo e folhas do alimento;

Temos a opção também é utilizar aplicativos que entregam refeições e compras de supermercado. Como Ifood, Rappi, 99 Food e entre outros, assim, evita a saída de casa. Diante a pandemia, é imprescindível seguir as instruções e sempre se proteger. O Brasil está em um avanço assustador do vírus, por isso todos precisam levar a situação a sério para amenizarmos os impactos no país, sendo que o objetivo é realmente interromper a proliferação.

Recomendados para Você
Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*