Cartões Pré-Pago se Popularizaram e São Usados até Para Receber Salário

  • Por: Equipe | 08/10/2019 - 15h35

Uma alternativa para comprar sem se endividar é usar o cartão pré-pago. Nesse serviço, o usuário deposita um valor em seu cartão e utiliza até que ele termine, podendo recarregar novamente, se quiser.

Os cartões pré-pagos já eram velhos conhecidos para quem fazia compras no exterior, mas agora estão se popularizando nas compras do dia-a-dia. Eles têm ganhado tanta popularidade, que hoje em dia são usados para vale-presente, ou até mesmo cartão-salário.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), o uso desse tipo de cartão cresceu em 70% no primeiro semestre deste ano, em comparação ao mesmo período no ano passado.

Muito vantajoso na hora de melhorar seu orçamento, o cartão pré-pago te impede de gastar mais do que você tem, e de acordo com Ricardo Vieira, diretor-executivo da Abecs, “ele ´permite um planejamento mais adequado e pode até ser utilizado por quem tem dificuldade de obter crédito, por já ter dívidas, já que a pessoa deposita o dinheiro antes. Ele também pode ser utilizado como um primeiro cartão de crédito, para quem não tem experiência com essa modalidade de pagamento.”

Cartão Mesada

A vantagem do cartão mesada é de manter o controle do quanto o filho gasta. Ao dar um cartão destes para um adolescente, por exemplo, o pai consegue mapear como ele gasta seu dinheiro e ensiná-lo a gerenciar seus próprios gastos.

Para Myrian Lund, professora do MBAs da FGV-Rio, o pré pago é eficaz para ensinar a fazer escolhas e gerir recursos, tornando a mesada educativa : “a mesada é o primeiro passo da educação financeira. Aos 12 anos, a criança ganha mais autonomia. É preciso sentar com ela, entender as despesas regulares e fechar o valor que ela vai receber. É como se fosse um salário, sobre o qual ela vai aprender a fazer escolhas.”

Pensando principalmente na educação financeira infantil, alguns aplicativos que gerenciam os cartões pré pagos garante o acesso às operações efetuadas tanto para pais, como para filhos. Os dados chegam através de SMS, internet ou notificações específicas no app e ainda dão sugestões para gerenciar o uso do dinheiro e poupar.

José Coronel, diretor sênior do pré-pago Visa para a América Latina diz que “o cartão mesada é uma adaptação à era digital…ele é um caminho para que o jovem possa, depois, se integrar ao sistema financeiro.

Alternativa Para Quem Não Tem Conta Em Banco

Desde que foi regulamentado em 2013, o cartão pré-pago ganha muitos adeptos, principalmente aqueles que não tem acesso à instituições bancárias, ou que deseja ter uma boa ferramenta para o controle de gastos.

Através desse cartão, é possível fazer compras, transferências e saques sem a necessidade de ter uma conta no banco. Por causa dessa facilidade, a empresa Agillitas, que é focada em prestação de serviços financeiros pré-pagos, já emitiu mais de um milhão de cartões.

De acordo com o portal da Abecs, “ a facilidade em obter o cartão pré-pago é uma das explicações para o crescimento. Normalmente o usuário precisa apenas cadastrar o CPF, o que ajuda na inclusão financeira. São 55 milhões de brasileiros adultos não bancarizados que movimentam R$ 665 bilhões por ano, segundo informações do Instituto Data Popular”

O meio de pagamento também é uma alternativa para empresas que têm funcionários que efetuam gastos corporativos, ou ganham recompensas financeiras como prêmio de metas.

Compras na Internet

Além das inúmeras vantagens, quase todas as emissoras de cartões oferecem algum tipo de opção pré-paga. Veja aqui o top 7 dos cartões pré-pagos.

Ultimamente, esses cartões também tem a vantagem de serem usados em serviços de pagamento online, como se fossem cartões de crédito. Por exemplo, aplicativos como Uber e Netflix já estão aceitando pagamentos através de cartões pré-pagos.

A única diferença é que ao usar esses cartões, não há possibilidade de parcelar a compra. “ Ele faz como se fosse uma compra à vista. As pessoas começam a gostar e está se massificando, já que ele funciona como qualquer cartão.” Afirma o diretor da Abes, Ricardo Vieira.

No entanto, na hora de escolher um emissor, é necessário pesquisar com calma as taxas cobradas por cada empresa, escolhendo o produto mais adequado para sua necessidade e para seu bolso.

Compartilhe com seus amigos!

Recomendados
Sem Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*Os comentários não representam a opinião do portal ou de seu editores! Ao publicar você está concordando com a Política de Privacidade.

*