Uma nova era no mercado de trabalho é vislumbrada por especialistas, a partir da experiência brusca, que surgiu com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Mais do que o fortalecimento do home office, quem acompanha as tendências aponta para a expansão de forma acelerada das profissões ligadas à tecnologia e para o reconhecimento de funções antes em processo de desvalorização. A covid-19 trouxe, ainda, mudanças profundas no comportamento dos profissionais.

A doutora em Ciências da Educação Naira Libermann, coordenadora do Laboratório Interdisciplinar de Empreendedorismo e Inovação (Idear) da PUC-RS, o sociólogo Dario Caldas, fundador do escritório de tendências Observatório de Sinais, com sede em São Paulo, a psicóloga Luciane Simões , fundadora da Solucionare RH, e a professora da escola de negócios da PUC-RS Loraine Müller, também sócia-diretora da CRTL4Time, empresa de software de gestão de pessoas, apontaram as 15 profissões, com tendência de alta no pós-pandemia, com base na tendência do mercado atual.

Quer saber mais? Quais as especificidades de cada uma dessas profissões? O Unum te mostra, a seguir. Confira conosco!

1. CTO (Chief Technology Officer)

Diretor técnico responsável por cuidar de todas as ações que dizem respeito à infraestrutura tecnológica da empresa.

O CTO (ou Diretor-Chefe de Tecnologia, em português), é a pessoa que tem uma visão ampla do que acontece na empresa e entende muito de tecnologia, o cargo é muito maior do que um gerente de TI. Em resumo, a empresa tem uma meta ou desafio, o CTO é quem colocará em prática.

2. Designer digital

Projeta, com criatividade e técnica, soluções funcionais para telas de dispositivos diversos. O designer digital está relacionado a tudo que envolve os ambientes virtuais. No entanto, se engana quem pensa que a área está restrita a criação de logotipos. O designer digital é muito mais amplo e possui diferentes possibilidades de atuação.

3. Gerente de TI (tecnologia da informação)

Entre as funções do profissional, está a de elaborar, de tempos em tempos, o planejamento estratégico de TI da empresa para contribuir na estratégia corporativa. O profissional gerencia as atividades da área de Tecnologia da Informação, envolvendo a elaboração de projetos, implantação, racionalização e redesenho de processos, incluindo desenvolvimento e integração de sistemas, com utilização de alta tecnologia.

4. Gestor de mídias sociais

É o responsável pela imagem, pelo relacionamento e engajamento, além da prospecção de uma empresa nos canais digitais. Pensa estrategicamente as possibilidades de negócios por meio de sites e redes sociais.

5. Assistente de mídias sociais

Pesquisa marcas ou mercados competitivos, executa campanhas nos sites e nas redes sociais, entre outras funções, a partir da estratégia definida pelo gestor. Atua com mídias sociais, interage nas mídias sociais, gera conteúdo relacionado a moda e redige redações. Gera relatórios e análises, cria e divulga conteúdo. Além disso, administrar entrada e saída de usuários, identificando melhorias e oportunidades.

6. Profissional de cibersegurança

Entre as funções que podem ser desempenhadas por este profissional, estão as de pentester (responsável por testar a rede de vulnerabilidades de uma organização), desenvolvedor de software de segurança, auditor de segurança, arquiteto de segurança, gerente de produto e diretoria de governança de dados.

7. Profissionais da área da saúde mental

São profissionais como psicólogos e psiquiatras, necessários para auxiliar no combate às doenças do século XXI, tais como síndrome de Burnout, transtorno de ansiedade, depressão e síndrome do pânico.

8. Instrutores de ioga, de meditação e terapeutas holísticos

Profissionais que ajudam no equilíbrio energético, mental e emocional de cada pessoa.

9. Profissionais da área da saúde

A pandemia do novo coronavírus foi a maior dos últimos cem anos, mas outras já ocorreram e, de acordo com especialistas, o mundo não está livre de novas doenças similares a essas. Isso só aumenta a importância de profissionais como como técnicos em enfermagem, enfermeiros, médicos especialistas em infectologia e virologia em nossas vidas!

10. Biotecnólogo

Desenvolve e aplica tecnologias em diferentes áreas, pesquisa os efeitos de medicamentos e substâncias químicas e estuda o melhoramento genético. A Biotecnologia significa qualquer tecnologia que utilize sistemas biológicos, organismos vivos, ou seus derivados, para fabricar ou modificar produtos ou processos para utilização específica.

11. Consultor financeiro

Presta serviços financeiros, tanto a pessoas físicas, quanto a jurídicas, com base na situação financeira do cliente.

12. Profissional de RH (Recursos Humanos)

Acompanha as tendências do mercado, seleciona, treina e desenvolve pessoas, gere o clima organizacional e faz o papel de conciliador entre os colaboradores e a empresa.

13. Analista de Customer Experience

Profissional que busca novos canais de comunicação para oferecer aos consumidores. O objetivo é facilitar a aquisição, impulsionar a fidelidade e melhorar a retenção de clientes.

14. Especialista em Sustentabilidade

Profissional que pensa em estratégias voltadas às pessoas, bem como nos processos e a tecnologia, que gere um impacto positivo no ambiente e que, ao mesmo tempo, mantêm a empresa competitiva no mercado.

15 . Motorista e motoboy

Profissões aquecidas pelos aplicativos de transporte, pelas entregas em domicílio e pelo mercado brasileiro de logística e transporte privado de passageiros. Esses profissionais precisam saber técnicas de atendimento ao cliente, além de estratégias de negociação.

10 competências para o futuro profissional

No Fórum Econômico Mundial 2020, realizado em janeiro, os especialistas elencaram dez competências fundamentais para o futuro de um profissional. São as seguintes, pela ordem de importância:

1. Resolução de problemas complexos;

2. Pensamento crítico;

3. Criatividade;

4. Gerenciamento de pessoas;

5. Coordenação com os outros, sabendo atuar de forma compartilhada;

6. Inteligência emocional;

7. Discernimento e tomada de decisão;

8. Orientação de serviço, que o profissional saiba reconhecer as necessidades do cliente ou usuário, antes que elas ocorram;

9. Negociação;

10. Flexibilidade cognitiva (disposição para aprender).